[Cliente Orgulho Treasy] Como a Sá Eletrônicos irá multiplicar capacidade de estoque para aumentar as vendas

Publicado dia 23 de setembro de 2019

O futuro das suas finanças preocupa você? Então saiba que você não está a sós. O desempenho das finanças é uma preocupação comum, principalmente entre pequenas e médias empresas. A incerteza ronda parte dos empreendedores que não sabem ao certo quanto de dinheiro entrará no caixa nos próximos meses.

E essa incerteza prejudica as decisões estratégicas da empresa. Não ter uma visão a longo prazo do resultado do exercício faz com que as decisões sejam tomadas na base do achismo, aumentando as chances de erros.

Mas além de ser comum, esse é um medo compreensível. Isso porque parte das vezes é causado por conta de uma visão de caixa limitada e pouco ampla. Controlar o que entra e sai já não é o suficiente para conquistar previsibilidade do desempenho financeiro.

Por isso, saiba que além de controlar, é preciso planejar. E empresas como a Sá Eletrônicos já entendem a importância e começam investir em planejamento orçamentário para conquistar maior previsibilidade do futuro financeiro.

Os desafios da gestão: incerteza do futuro financeiro

A Sá Eletrônicos é uma empresa que comercializa e distribui produtos eletrônicos, como acessórios para celulares (carregadores, capas e películas), periféricos de informática (mouse, teclado), caixas de sons e afins. Situada em Criciúma/SC, é ainda nova no mercado e com poucos funcionários.

Mesmo para uma empresa pequena e com poucos funcionários, o planejamento pode ser um grande diferencial estratégico. Geverton Selau, responsável pelo Financeiro da Sá Eletrônicos, nos contou que sabia da necessidade de investir em planejamento, mas isso nunca foi uma preocupação real.

Para eles, se a empresa estava vendendo, com um caixa positivo e com o faturamento crescente, o planejamento não era uma prioridade.

“E como somos uma empresa nova e está dando tudo certo, a gente não tem esse foco em planejamento. Se tá sobrando dinheiro e estamos vendendo, com faturamento crescendo, a gente precisa se preocupar com outras coisas e não com o planejamento”, contou Geverton.

Neste cenário, a Sá Eletrônicos trabalhava o financeiro apenas com a visão de fluxo de caixa. Era feita uma previsão para duas semanas, no máximo, considerando as contas a pagar e a receber. Era uma visão de curtíssimo prazo que servia apenas como controle financeiro.

Mas, com o tempo, a Sá Eletrônicos percebeu na prática a necessidade de um planejamento orçamentário. Por mais que estivesse vendendo e faturando, o futuro do desempenho financeiro ainda era incerto.

Foto do Geverton, Diretor Administrativo na Sá Eletrônicos

 

“Tínhamos dificuldades em saber onde a empresa poderia chegar a longo prazo. O que poderíamos adquirir, no que poderíamos investir… Não tínhamos essa visão”
– Geverton Selau, Diretor Administrativo.

Com o problema mapeado, Geverton tinha em mãos o desafio de solucioná-lo. Já era de seu conhecimento que existia ferramentas e soluções orçamentárias, mas as informações ainda eram poucas. Para entender mais sobre o assunto, foi atrás de materiais educativos e blog posts, até que encontrou a Treasy.

Geverton nos contou que conheceu nossa plataforma, mas logo notou que precisaria de uma ajuda com o planejamento. Após conhecer a plataforma, entramos em contato e apresentamos toda nossa metodologia e soluções. Geverton contou que rapidamente percebeu que era exatamente isso que precisavam. 

Estratégia adotada: coaching para planejamento orçamentário

Planejamento orçamentário ainda não é uma estratégia difundida nas empresas. A prática ainda gera dúvidas e, de certa forma, seu desenvolvimento pode ser uma tarefa complexa. Por isso que muitas vezes uma ferramenta para construção do planejamento não é o suficiente, é preciso de um apoio de profissionais experientes no assunto e que possam auxiliar nessa tarefa.

Foi por esse caminho, e com o serviço de Coaching da Treasy, que a Sá Eletrônicos começou em direção ao planejamento orçamentário.

“Fechamos uma consultoria (coaching), além da ferramenta. Porque só a ferramenta em si não seria útil para nós. Mas com uma consultoria junto conseguimos extrair mais da ferramenta, e assim estamos usando até hoje”, contou Geverton, Líder Financeiro.

O coaching é uma forma de entregar o planejamento orçamentário para as pequenas e médias empresas. Muitas não possuem braço (ou expertise) para construírem de forma independente. Dessa maneira, entramos com profissionais experientes e qualificados para auxiliar na construção de um planejamento que gere resultados.

Segundo Geverton, todo o processo de implementação foi bem rápido. Ao lado do nosso consultor, passou por algumas etapas da metodologia, definindo a meta principal da empresa e entendendo o processo orçamentário. Os dados do desempenho histórico contidos no ERP da Sá Eletrônicos foram importados para o Treasy para que fosse possível trabalhar as projeções necessárias.

Para eles, estava claro desde o início quais seriam os ganhos e qual o objetivo seria alcançado com a ajuda do planejamento orçamentário: a possibilidade de construir um novo pavilhão (Centro de Distribuição).

Geverton nos contou que a construção de um pavilhão para ser o Centro de Distribuição (CD) da empresa era um projeto antigo, mas que nunca saiu do papel.

Foto da equipe da Sá Eletrônicos

Equipe da Sá Eletrônicos

“Tínhamos um projeto de construir um pavilhão e estávamos enrolando esse projeto há um ano e meio, estávamos com medo de começar pois não sabíamos a capacidade da empresa. A gente sabia que tinha saldo de caixa, mas não sabia se esse caixa seria o suficiente para construir o pavilhão” – Geverton Selau, Diretor Administrativo.

O pavilhão para Sá Eletrônicos é mais que uma necessidade, é uma estratégia de crescimento. “Hoje acredito que a parte fundamental [o pavilhão] para crescermos é essa estrutura para armazenar e distribuir. Não conseguimos comprar mais produtos porque não temos onde estocar”, contou Geverton.

A meta principal, portanto, tornou-se alcançar um valor X de caixa que fosse o suficiente para investir em um pavilhão com capital próprio, sem prejudicar a atividade da empresa.

Resultados obtidos: maior visão e construção do pavilhão

Não muito tempo depois que a Metodologia Treasy estava rodando completa na Sá Eletrônicos que os resultados foram notados.

O objetivo era claro: alcançar um valor X de caixa que pudesse, sem comprometer o lucro e sem precisar de empréstimos, investir em um pavilhão para a empresa. Esse valor não só foi alcançado, como também facilmente visualizado com a ajuda da plataforma Treasy de planejamento orçamentário.

Um dos desafios para a empresa, como Geverton nos contou, era a falta de visão futura do caixa. Era impossível saber quanto a empresa iria faturar nos próximos meses, e se esse valor seria o suficiente para as necessidades operacionais e novos investimentos.

“Acabou que, ao decorrer do planejamento, vimos que havia capacidade de investir com recursos próprios. A gente fez uma proposta para construtora, fechou, e hoje a gente está construindo com recurso próprio e graças a Deus está com o nosso caixa tranquilo”, disse Geverton. 

A visão referida é a previsibilidade de resultado financeiro que, como contou Geverton, é fundamental para as ações da empresa. Além disso, Geverton disse o seguinte:  “Utilizo o Treasy para planejar tudo. Contratação de funcionário (e demissão), até a troca do ERP foi em cima do planejamento. Tudo isso sabendo do que temos capacidade”.

Além do alcance da meta e de maior visibilidade do desempenho financeiro, Geverton comentou que o setor se tornou mais produtivo e certeiro com a Treasy.

“O Treasy tornou o setor mais assertivo. Continuamos exercendo o mesmo papel, mas a produtividade em relação aos projetos aumentou. Desempenhamos mais projetos do que o ano passado, por exemplo” -Geverton Selau, Diretor Administrativo.

Próximos passos

Os próximos passos para a Sá Eletrônicos são bem claros. A construção do pavilhão ainda está em andamento (tendo prazo para finalização no fim do ano de 2019), mas quando pronto, ele se tornará o Centro de Distribuição da empresa. Isso facilitará toda a logística e capacidade de venda da empresa.

Além disso, Geverton contou que já estão no processo de mudança de ERP. A ideia é investir em uma solução que integre facilmente com o Treasy, podendo importar os dados financeiros de forma automatizada.

A tempo que o pavilhão fique pronto, um novo site está sendo construído para melhorar as vendas dos produtos e poder trabalhar forte a área comercial da empresa. Geverton conta que a Treasy faz parte de todas as tomadas de decisões da empresa.

“Precisamos comprar uma máquina, ou qualquer modificação na estrutura que precise de dinheiro, eu sei o quanto a gente pode por mês. O quanto posso comprometer do meu caixa por mês”, finaliza.

Sobre a Sá Eletrônicos

Nova no mercado, a Sá Eletrônicos comercializa e distribui produtos eletrônicos, como acessórios para celulares, periféricos de informática, caixas de sons e afins.

Ficha técnica

Sá Eletrônicos
Cidade/UF: Criciúma/SC
Setor: Comércio
Vertical: E-commerce
Número de funcionários: 11 a 50 colaboradores

Sobre o Treasy

O Treasy é a solução completa de Planejamento e Controladoria onde sua empresa pode aplicar de forma fácil e rápida todos os conceitos e metodologias abordados neste artigo. Confira alguns dos recursos que temos disponíveis para auxiliar sua empresa a melhorar continuamente seus resultados financeiros:

  • Orçamento empresarial descentralizado;
  • Projeções, simulações e cenários;
  • Acompanhamento Planejado x Realizado x Histórico;
  • Relatórios e análises gerenciais;
  • Gráficos e indicadores de desempenho;
  • Integração com seu ERP e contabilidade.

No vídeo abaixo (curtinho) você pode ter uma noção de todo o potencial da solução para ajudar a tornar a gestão do desempenho de sua empresa best-in-class:

Deixe um comentário

Você precisa estar logado para postar um comentário. Clique aqui para fazer o login