Menu

Indicadores de Desempenho – O Guia definitivo para sua empresa! Parte I

Publicado dia 7 de junho de 2015

Uma pesquisa realizada pela FNQ (Fundação Nacional da Qualidade) em 2014 apontou que a maioria dos empresários e líderes das organizações brasileiras tem dificuldade no atendimento do Critério Resultados do Modelo de Excelência da Gestão (MEG) no seu sistema de gestão.

Antes de seguir com o artigo, confira o vídeo abaixo (apenas 1 minuto) que explica melhor o que é o Critério Resultados do MEG:

Esse é justamente o Critério que orienta as empresas a possuírem um conjunto de Indicadores, permitindo avaliar seu desempenho e, consequentemente, a efetividade das estratégias e dos planos adotados.

Desta forma, é possível estabelecer metas e compará-las com informações realizadas, para verificar em quais itens a empresa está melhorando ou piorando, bem como comparar com os resultados com os anos anteriores (histórico) e com os resultados de outras organizações (benchmarking), facilitando a avaliação sobre o desempenho da empresa e de sua competitividade no mercado.

Se a sua empresa possui dificuldade em definir Indicadores de Desempenho ou está em busca de melhorar o atual Dashboard de gestão, confira este guia completo que preparamos para auxiliar sua empresa a definir os Indicadores mais relevantes para seu negócio e acompanhá-los mensalmente, obtendo ganhos diretos em sua gestão e principalmente em seus resultados.

O que são Indicadores de Desempenho

indicadores de desempenhoDe maneira resumida, podemos afirmar que um Indicador é um valor quantitativo que possibilita a empresa medir o que está sendo executado e gerenciá-la de forma adequada para o atingimento das metas organizacionais ou departamentais planejadas. Como o próprio nome induz, um indicador é uma métrica que indica algo útil, relevante e que ajuda na tomada de decisões.

Também é comum encontrarmos as definições Indicador Chave de Desempenho  ou mesmo os termos em inglês Key Performance Indicator (KPI) ou ainda Key Success Indicator (KSI). Mas independente da nomenclatura adotada, o que importa mesmo é que os Indicadores são ferramentas de gestão básicas (e essenciais) para a Gestão do Desempenho Empresarial e deveriam fazer parte do dia-a-dia de qualquer empresa, independente do porte ou ramo de atividade.

Além de serem fundamentais para medição dos resultados, os KPI são excelentes “veículos de comunicação”, pois permitem que uma organização comunique suas metas e resultados a toda a equipe, demonstrando de forma direta e objetiva o quão eficiente um processo está e como tem sido seu desempenho ao longo de um período determinado.

Mas cuidado! Um Indicador de Desempenho não é uma métrica qualquer. Ele precisa estar diretamente orientado para a saúde operacional da empresa, ou seja, só se pode afirmar que um indicador é de desempenho quando ele melhorar e o resultado operacional da empresa também melhorar.

Veja abaixo um exemplo do Painel de Indicadores de Desempenho (Dashboard) do Treasy:

indicadores de desempenho

Clique na imagem para ampliar

Dados > Informações > Indicadores

Antes de seguir, além da diferença fundamental entre Indicadores de Desempenho e outras métricas em geral, vale ressaltar também, que dentro dos conceitos da Gestão da Informação, existe uma diferença bem importante nos conceitos de dados, informações e indicadores.

  • Dados: são apenas elementos coletados, mas que isoladamente não possuem significado relevante e não conduzem a nenhuma compreensão. Portanto, não tem valor algum para embasar conclusões, muito menos respaldar decisões, logo são pouco úteis para Gestão Empresarial. Exemplo: uma Nota Fiscal de Venda é apenas um dado, mas que não isoladamente não nos diz muito.
  • Informações:  são a ordenação e organização dos dados de forma a transmitir significado e compreensão dentro de um determinado contexto. Seria o conjunto ou consolidação dos dados de forma a fundamentar o conhecimento. Já possuem algum valor a Gestão Empresarial, mas ainda abrangente e dispersivo. Exemplo: o Faturamento de um determinado mês é uma informação importante em qualquer empresa, mas sem contexto e informações complementares (como os custos e despesas daquele mês) também não diz muito.
  • Indicadores: são informações manipuladas matematicamente, de forma a auxiliar na tomada de decisão e com maior qualidade do que as informações ou dados. Exemplo: o Faturamento por Canal (demonstrando quais são os Canais de Distribuição que trazem mais Receita a empresa e quais trazem menos) ajuda tomar a decisão de quais canais manter e quais canais talvez devam ser descontinuados.

Portanto, a principal diferença entre eles é que um Indicador é uma informação estruturada e que permite comparações, inclusive com indicadores de outras organizações.

Importância dos Indicadores de Desempenho na Gestão Empresarial

indicadores de desempenho

O SEBRAE afirma que grande parte das empresas que morrem nos primeiros dois anos de vida sofre deste mal: escolha incorreta dos índices de desempenho ou gestão empresarial deficiente. E isto é fácil de entender: “o que não é medido, não pode ser gerenciado”.

Não queríamos usar essa citação, por ela já estar virando “clichê”, mas a verdade é que ela define perfeitamente a necessidade e importância dos Indicadores de Desempenho. Ah, mas fique sabendo que está frase é de autoria de William Edwards Deming (o cara ai ao lado) e não de Peter Drucker como muitas vezes é confundido.

A verdade é que um bom Painel de Indicadores (Dashboard) permite uma análise muito mais profunda e abrangente sobre a efetividade da gestão e de seus resultados em comparação a apenas analisar o faturamento ou se o número de clientes está crescendo. Além de promover a cultura para a excelência, medir os resultados sistematicamente e de forma estruturada é fundamental para a gestão de uma organização, uma vez que possibilita a comparação.

Com definição de metas claras e medição regular dos resultados, as organizações podem realizar as intervenções necessárias com base em informações pertinentes e confiáveis, à medida que ocorrem as variações entre o planejado e o realizado. Isto é fundamental na difícil tarefa de levar a empresa a alcançar resultados consistentes, assegurando a perenidade e sustentabilidade.

Se você ainda não se convenceu da importância de criar um Painel de Indicadores para sua empresa, confira mais algumas vantagens:

  • Aumento da transparência e confiabilidade para todas as partes interessadas (stakeholders), sejam sócios, acionistas ou mesmo funcionários;
  • Criação de critérios corporativos únicos para definição de metas e medição dos resultados globais, departamentais e individuais;
  • Aumento da velocidade e da qualidade na tomada de decisões e, consequentemente, nos seus impactos nos resultados da empresa.

Quais empresas podem se beneficiar com o uso de Indicadores de Desempenho

O uso de KPI’s é uma das técnicas de gestão mais difundidas em grandes instituições empresariais (nacionais e multinacionais) e está se tornando cada vez mais presente também na administração de empresas de pequeno e médio porte, já sendo utilizado até mesmo em microempresas.

Mas ainda é comum encontrar casos em pequenas e médias empresas, que por pensar que isso não faz parte da sua realidade, têm relutado em utilizá-los. A medição e a análise de desempenho para obter resultados consistentes é essencial para todas as empresas, independentemente do setor de atuação ou porte.

Confira abaixo uma pequena lista de benefícios por porte de empresa:

  • Pequenas empresas, startups e novos empreendimentos: os KPI’s permitem que empresas ainda em estágios iniciais possam avaliar objetivamente a viabilidade do negócio, tirando boa parte da “nebulosidade” muito comum ao iniciar um empreendimento. Além disto, servem de guia, para que a empresa possa definir suas metas de faturamento e limite de gastos, bem como seguir acompanhando continuamente se está caminhando em um sentido que a fará chegar a seus objetivos;
  • Médias empresas: neste estágio, a empresa já possui um produto e mercado validado, processos internos desenvolvidos (ou em desenvolvimento) e passa a buscar formas de dar velocidade a sua expansão e também aumentar a lucratividade e rentabilidade. Apesar de já bem mais estruturadas, estas empresas ainda não estão completamente consolidadas e possuem altos riscos associados a seus negócios e os KPI’s podem servir como uma poderosa ferramenta para auxiliar a empresa a planejar seus próximos passos e reduzir os níveis de incerteza em relação ao futuro.
  • Grandes empresas: nas grandes organizações os problemas passam a serem outros. Muita gente está envolvida no processo decisório (o que é ótimo), mas isto acaba ocasionando alguns efeitos colaterais em relação à gestão e organização das informações. Neste ponto, os KPIs auxiliam na definição de metas globais, departamentais e individuais, bem como o acompanhamento ágil do que está sendo alcançado e onde estão os principais desvios na estratégia. Criando indicadores por Unidades de Negócio ou por Centros de Resultado, os gestores podem acompanhar o desempenho de suas áreas em tempo real e agir pró-ativamente para melhorar os resultados da companhia como um todo.
Na segunda parte do artigo abordaremos de forma bem prática:
  • Classificação dos Indicadores
  • Categorias de Indicadores
  • Como definir quais indicadores utilizar em sua empresa
  • Como interpretar e analisar os Indicadores de Desempenho
  • Metodologias baseadas em indicadores (BSC, OKR e KRI)

E o principal é que traremos vários indicadores exemplificados detalhadamente para que você já possa aplicá-los em sua empresa. Acesse aqui a parte II: Key Performance Indicators (KPI) – O Guia definitivo para sua empresa! Parte II

Materiais Gratuitos para Download

Como você já sabe, toda semana publicamos aqui artigos relacionados a planejamento, orçamento e acompanhamento econômico-financeiro. Também publicamos mensalmente materiais gratuitos para download como modelos de planilhas, white papers e e-books. Você pode acessar estes materiais clicando no botão abaixo.

Materiais de Gestão Gratuitos

 

E se o conteúdo foi útil para você e sua empresa, por favor, deixe um comentário e compartilhe.

Talvez você também queira ler um destes:


Also published on Medium.

2 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *