Menu

Diferenças entre o Demonstrativo de Resultados do Exercício (DRE) e o Demonstrativo de Fluxo de Caixa (DFC)

Publicado dia 1 de dezembro de 2013
O Demonstrativo de Resultados do Exercício (DRE) e o Demonstrativo de Fluxo de Caixa (DFC) são dois dos mais importantes relatórios para gestão econômico-financeira de uma empresa, pois permitem a análise da saúde econômico-financeira da companhia por duas perspectivas diferentes e complementares: o regime de caixa e o regime de competência.

diferença entre dre e fluxo de caixa

Já publicamos aqui no blog um artigo completo, onde você pode obter mais detalhes sobre as diferenças entre o regime de caixa e o regime de competência, mas hoje vamos ver na prática o que isso significa.

Demonstrativo de Fluxo de Caixa – Regime de Caixa

De forma resumida, no regime de caixa, consideramos o registro dos documentos na data que foram pagos ou recebidos, como se fosse uma conta bancária. Este evento pode ser uma entrada (venda) ou uma saída (despesas e custos).

Imagine que sua empresa tinha a receber R$10.000,00 de um cliente durante 06 meses, mas ele atrasou os pagamentos e deixou para pagar tudo no último mês. Neste caso, seu fluxo de caixa estaria da seguinte maneira:

diferença entre dre e fluxo de caixa

Exemplo Fluxo de Caixa

  • Ponto Positivo: o fluxo de caixa, como o próprio nome já diz, demonstra exatamente dinheiro que a empresa realmente possui em caixa. Isso é importante para gerenciar a liquidez do negócio (capacidade de pagar seus compromissos), pois muitas vezes, a empresa pode estar com uma boa rentabilidade, ou seja, dando lucro, mas no curto prazo não possui dinheiro em caixa (capital de giro) para pagar as contas.
  • Ponto Negativo: o problema da visão de caixa é que você não consegue medir o resultado operacional da empresa. Se uma pessoa de fora da organização analisasse o fluxo de caixa do nosso exemplo, provavelmente acharia que a empresa teve resultado negativo por cinco meses e depois um resultado incrível no sexto mês. Também pode acontecer o contrário, onde um cliente pode ter pagado o total à vista, e os gestores acharem que estão com muito caixa, sem visualizarem que precisam desse dinheiro para manter as operações por mais um semestre.

Também disponibilizamos um Modelo de Demonstrativo de Fluxo de Caixa para download gratuito. Para baixar, é só clicar na imagem abaixo.

Planilha Modelo de Demonstrativo de Fluxo de Caixa

Demonstrativo de Resultados do Exercício – Regime de Competência

Já no regime de competência, o registro do documento se dá na data que o evento aconteceu. A contabilidade define o regime de competência como sendo o registro do documento na data do fato gerador (ou seja, na data do documento, não importando quando vou pagar ou receber).

Vamos utilizar o mesmo exemplo, onde o cliente deveria lhe pagar R$10.000,00 por mês, mas pagou tudo só no último mês. Neste caso, seu demonstrativo de resultado de exercício ficaria conforme a imagem abaixo:

diferença entre dre e fluxo de caixa

Exemplo Demonstrativo de Resultados do Exercício

  • Ponto Positivo: com o regime de competência (DRE), você consegue visualizar se a estrutura financeira da sua empresa está correta e se o modelo de negócio faz sentido. Ou seja, o DRE permite avaliar se vale a pena continuar produzindo e comercializando os produtos ou serviços de sua companhia e se eles geram lucro suficiente para pagar os custos e despesas, sem levar em consideração quando as receitas serão recebidas nem quando os custos e despesas serão pagos.
  • Ponto Negativo: como o demonstrativo de resultado de exercício não leva em consideração o que de fato está acontecendo ao caixa da empresa, é possível que a companhia acabe ficando com pouco dinheiro em caixa, o que levaria a contrair dívidas desnecessárias, como em nosso exemplo, onde o DRE estaria demonstrando uma receita mensal, mas que de fato não está entrando no caixa.

Também disponibilizamos um Modelo de Demonstrativo de Resultados do Exercício para download gratuito. Para baixar, é só clicar na imagem abaixo.

Planilha Modelo de Demonstrativo de Resultados do Exercício (DRE)

E então, qual usar?

Os dois!

Como dissemos no começo do artigo, ambas as visões são necessárias e complementares na gestão econômico-financeira de um negócio, e os dados devem sempre ser analisados pelas duas perspectivas para se obter a melhor decisão possível para a situação da empresa.

Informações complementares

Para conhecer mais sobre DRE, DFC, regime de caixa e competência, separamos alguns outros artigos aqui do nosso blog sobre este tema e também um modelo de DRE e um modelo de DFC para download gratuito:

Toda semana publicamos artigos relacionados a planejamento, orçamento e acompanhamento econômico-financeiro. Também publicamos mensalmente materiais para download como planilhas, e-books e white papers, que você pode conferir em nossa área de Materiais Gratuitos.

Materiais de Gestão Gratuitos

Não deixe também de se cadastrar em nosso newsletter (aqui do lado direito da página), ou nos adicionar nas redes sociais (botões no topo da página) para ficar por dentro dos novos artigos, materiais e do que acontece por aqui.

E se as dicas foram úteis para você e sua empresa, compartilhe utilizando os botões das redes sociais que ficam aqui logo abaixo.

Talvez você também queira ler um destes:


Also published on Medium.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *