O que é Tabela PRICE e SAC (Sistema de Amortização Constante)

Publicado dia 9 de fevereiro de 2018

Ter uma parcela da estrutura de capital da empresa composta por capital de terceiros, como empréstimos e financiamentos, faz parte das operações da maior parte das organizações. Sempre que uma dívida é contratada por uma empresa é preciso utilizar algum método para calcular as parcelas, aplicar os juros cobrados e ter um mapeamento de quanto tempo o empréstimo ou financiamento irá durar, bem como de qual será o saldo devedor em cada um dos períodos da operação.

É nesse sentido que entram os sistemas de amortização de dívidas. Falaremos aqui sobre as características e diferenças dos dois principais métodos: a Tabela PRICE e o Sistema de Amortização Constante (tabela SAC).

Antes de entrarmos em detalhes na Tabela PRICE e no sistema SAC, vamos lembrar  os principais termos quando o assunto é sistema de amortização.

Primeiro, você sabe o que é amortizar? Na teoria, amortizar significa pagar gradualmente, abater parte de uma dívida. Como dissemos, alguns termos são bem comuns num sistema de amortização e é bom que você esteja familiarizado, caso precise:

  • Prestação: o valor que será efetivamente pago a cada período (meses ou anos, por exemplo).
  • Juros: parte da prestação que corresponde à remuneração do dinheiro.
  • Amortização: parte da prestação que corresponde à redução da dívida, sem incluir juros.
  • Saldo devedor: é o valor da dívida em cada período do empréstimo ou financiamento, não inclui juros. O saldo devedor vai sendo reduzido até chegar a zero quando a dívida é completamente amortizada.

Conhecendo bem esses componentes, podemos ver os detalhes e características dos dois principais e mais utilizados sistemas de amortização.

O que é a Tabela PRICE (ou Sistema de Amortização Francês)?

Tabela PRICE - Sistema de Amortização Francês

A Tabela PRICE é o sistema de amortização mais utilizado para compras a prazo e empréstimos de curto e médio prazo. Sua característica mais marcante é o fato das parcelas serem constantes. O método foi apresentado pelo filósofo Richard Price e ganhou muita força na França, mesmo essa não sendo a nacionalidade de Richard. Por isso, é também chamado de Sistema de Amortização Francês.

A amortização na tabela PRICE vai aumentando com o passar dos períodos. Isso significa que os juros, em relação ao total do valor da parcela, vão reduzindo com o passar do tempo. Ou seja, as parcelas iniciais são compostas por mais juros do que as parcelas finais.

Veja um exemplo da contratação de um empréstimo para capital de giro, por exemplo, no valor de R$ 10.000, em 5 vezes, a uma taxa mensal de 3%:

Meses Parcela Juros Amortização Saldo devedor
1 R$2.183,55 R$300,00 R$1.883,55 R$8.116,45
2 R$2.183,55 R$243,49 R$1.940,05 R$6.176,40
3 R$2.183,55 R$185,29 R$1.998,25 R$4.178,15
4 R$2.183,55 R$125,34 R$2.058,20 R$2.119,95
5 R$2.183,55 R$63,60 R$2.119,95 R$0,00

 

Se quiser entender mais detalhes de como calcular cada elemento da Tabela PRICE, pode ver o artigo no qual falamos somente sobre esse método.

O que é o Sistema de Amortização Constante (ou tabela SAC)?

O Sistema de Amortização Constante, também chamado de Tabela SAC, como o nome sugere, é uma forma de calcular dívidas em que a amortização é sempre a mesma. Em consequência, as prestações são diferentes a cada período, sendo cada vez menores.

É o sistema de amortização mais comum em financiamentos de longo prazo, especialmente em financiamentos imobiliários. Um dos possíveis motivos para que a Tabela SAC seja tão utilizada nesses casos é pela questão da inadimplência, já que financiamentos longos, em teoria, apresentam maior risco. Uma das formas de reduzir isso é aplicar um método de amortização de dívidas que tem as parcelas reduzidas conforme o tempo passa: o Sistema de Amortização Constante!

Veja um exemplo de como ficaria um empréstimo com as mesmas características do exemplo citado anteriormente. Ou seja, empréstimo de R$ 10.000, em 5 vezes, a uma taxa mensal de 3%, mas agora de acordo com a Tabela SAC:

Meses Parcela Juros Amortização Saldo devedor
1 R$2.300,00 R$300,00 R$2.000,00 R$8.000,00
2 R$2.240,00 R$240,00 R$2.000,00 R$6.000,00
3 R$2.180,00 R$180,00 R$2.000,00 R$4.000,00
4 R$2.120,00 R$120,00 R$2.000,00 R$2.000,00
5 R$2.060,00 R$60,00 R$2.000,00 R$0,00

 

Se você quiser entender mais detalhes de como construir a Tabela SAC, veja o artigo no qual explicamos melhor esse método.

Qual método é o melhor: Tabela PRICE ou SAC?

Sistema SAC

Essa é a grande pergunta: qual dos métodos é o melhor? Bom, a forma mais intuitiva de tentar fazer essa comparação entre Tabela PRICE e SAC é somar o valor total das parcelas pagas. Isso pode até parecer óbvio que pagar mais significa sair perdendo. Porém, essa é uma maneira equivocada!

Veja que não é correto em termos de matemática financeira simplesmente somar valores em diferentes períodos de tempo sem que seja considerada uma taxa de desconto. A melhor forma é calcular o Valor Presente (VP).

O Valor Presente, no contexto desse artigo, representa a soma de todas as parcelas do financiamento ou empréstimo, descontadas a uma taxa, que neste caso será a própria taxa contratada na dívida. Se você deseja entender melhor sobre métodos em finanças que levam em conta o valor do dinheiro no tempo, veja este artigo.

Vamos ver, então, como fica um exemplo prático, comparando as tabelas para o exemplo apresentado neste artigo – empréstimo para capital de giro de R$ 10.000, em 5 vezes, a uma taxa mensal de 3%.

Veja como o somatório das parcelas da Tabela PRICE é maior do que as parcelas do Sistema de Amortização Constante. Isso faz com que muitos equívocos sejam gerados na comparação entre os dois sistemas de amortização de dívidas.

Parcela PRICE Parcela SAC
R$2.184 R$2.300
R$2.184 R$2.240
R$2.184 R$2.180
R$2.184 R$2.120
R$2.184 R$2.060
Total R$10.918 R$10.900

 

Agora, na tabela abaixo segue a comparação da soma do valor presente, considerando a taxa do exemplo de 3% ao mês, para os dois métodos. Veja como o valor é o mesmo, e exatamente igual ao valor do empréstimo que foi tomado!

Parcela VP PRICE Parcela VP SAC
R$2.120 R$2.233
R$2.058 R$2.111
R$1.998 R$1.995
R$1.940 R$1.884
R$1.884 R$1.777
Total R$10.000 R$10.000

 

Conclusões

Este artigo tratou sobre os dois mais relevantes sistemas de amortização de dívidas: a Tabela PRICE e SAC, o Sistema de Amortização Constante. A principal diferença prática entre eles está nas parcelas: enquanto a Tabela PRICE possui prestações constantes, o SAC tem suas parcelas reduzidas ao longo do tempo.

Na prática, a Tabela SAC acaba sendo muito utilizada para financiamentos de longo prazo (vários anos, ou décadas), já a Tabela PRICE fica mais com empréstimos e vendas parceladas de curto e médio prazo (de meses até poucos anos).

Por fim, qual é o melhor sistema? Não há. Ambos são equivalentes em termos de matemática financeira, aplicando métodos de valor do dinheiro no tempo. Portanto, escolher entre um método ou outro é uma questão de preferência.

Quando abordamos sistemas de amortização de dívidas estamos falando, em linhas gerais, sobre os métodos aplicados nos cálculos de financiamentos e empréstimos, ou seja, sobre o capital de terceiros da estrutura de capital de uma empresa.

Sobre o autor

WR PratesEsse artigo foi escrito por Wlademir Ribeiro Prates, DrDoutor e mestre em Administração na linha de Finanças pela Universidade Federal de Santa Catarina. Especialista em econometria financeira, finanças comportamentais, métodos quantitativos e mercado de capitais. Pesquisador com artigos científicos publicados em congressos e periódicos nacionais e internacionais.


Também publicado em Medium.

Home Fóruns O que é Tabela PRICE e SAC (Sistema de Amortização Constante)

Este tópico contém resposta, possui 1 voz e foi atualizado pela última vez por  Autor Convidado 1 ano, 9 meses atrás.

O que é Tabela PRICE e SAC (Sistema de Amortização Constante)

Você deve fazer login para responder a este tópico.