Autoliderança: entenda como se tornar um líder de equipe melhor

Publicado dia 30 de setembro de 2019

Você já deve ter escutado que liderar é muito mais do que dar ordens e organizar as atividades da equipe. O líder é aquele que tem o caráter e as habilidades necessárias para lidar com situações difíceis, observar problemas, elaborar soluções e servir de inspiração para as pessoas à sua volta. E, para atingir todas essas qualidades, além da experiência ao decorrer dos anos, o profissional precisa desenvolver a autoliderança.

Não sabe o que é autoliderança e como conquistá-la na prática? Não se preocupe! Além de apresentarmos o seu conceito geral a seguir, também vamos mostrar a importância de algumas competências para atingi-la. Quer melhorar a sua performance individual e se tornar um líder melhor? Então, continue a leitura!

O que é autoliderança?

A autoliderança pode ser definida pela capacidade de o indivíduo gerenciar comportamentos e pensamentos, tanto da vida pessoal quanto da profissional, para alcançar uma série de objetivos.

Ter equilíbrio emocional diante de momentos desafiadores, estabelecer um relacionamento de cooperação com as pessoas à sua volta e apoiar o crescimento da sua empresa e equipe são algumas qualidades essenciais de um líder, que só são conquistadas por meio da autoliderança.

O desejo de liderar a si mesmo, antes de liderar outras pessoas, deve ser uma vontade que nasce do próprio profissional, à medida que ele consegue observar as vantagens disso. Mas, afinal, como alcançar a autoliderança? Antes de tudo, o líder precisa aprender alguns conceitos essenciais para aumentar a performance individual — vamos conferir quais são eles no próximo tópico.

Quais são os conceitos mais importantes para ser um bom líder?

Autoconhecimento

Basicamente, o autoconhecimento é um processo em que o indivíduo reflete sobre seus próprios padrões de pensamento e comportamento, a fim de melhorar as suas tomadas de decisões de modo geral. É como diz o provérbio: “Quando não há inimigo dentro, os inimigos de fora não podem fazer nenhum mal”.

Ou seja, o autoconhecimento é uma forma de superar obstáculos internos que impedem a pessoa de seguir por um caminho de sucesso, seja pessoal, seja profissional.

E por que esse conceito é tão importante para se tornar um bom líder? Isso é simples! A liderança é muito mais do que apenas comandar uma equipe. A capacidade de trabalhar com as particularidades de cada colaborador, identificando suas habilidades e dificuldades, é uma tarefa fundamental para atingir os objetivos, e isso só é possível quando o profissional já sabe lidar com as suas próprias inseguranças.

O líder precisa servir de exemplo, demonstrando que está confiante com relação aos próximos passos e, principalmente, está disposto a servir como guia para a equipe.

Autogestão

Não basta somente conhecer os seus potenciais e obstáculos internos para desenvolver uma boa liderança, também é preciso saber administrá-los. E, com isso, vamos para o nosso próximo conceito: a autogestão.

A autogestão é uma maneira de organizar seus pensamentos e afazeres, com objetivo de melhorar o seu próprio rendimento no dia a dia. Um bom líder, antes de tudo, precisa ter a liderança interna das suas emoções — autocontrole, confiança, foco no êxito, por exemplo — e do seu trabalho para poder orientar outras pessoas.

Vale destacar que a autogestão anda de mãos dadas com o autoconhecimento, afinal, não há como determinar e planejar os seus objetivos, metas e prazos diários sem se conhecer.

Autodesenvolvimento

Depois de reconhecer e administrar as suas competências, chegou o momento de desenvolvê-las. Quando falamos de liderança, é preciso buscar dois lados do autodesenvolvimento: o interno e o externo.

O desenvolvimento interno visa melhorar as características relacionadas ao caráter do indivíduo — tais como humildade, intuição, visão e autoconsciência. Isso não só é importante para ser respeitado pela equipe, como também para impulsionar o líder a usar suas habilidades pessoais.

Já o desenvolvimento externo é o momento para a liderança buscar excelência nos resultados, a partir das suas habilidades e competências. Nesse caso, o profissional deve aprimorar: o conhecimento de liderança, gerenciamento de processos e entendimento de negócios.
Dedicar-se ao autodesenvolvimento é fundamental para alcançar um bom desempenho e se destacar no mercado.

Como aplicar esses conceitos na prática?

Busque qualificações e novos conhecimentos

Assim como qualquer outro profissional, o líder também precisa estar em constante busca por qualificações e novos conhecimentos.
A equipe precisa ser guiada por uma pessoa que sirva de exemplo e tenha credibilidade no discurso para se sentir segura — e isso só é possível se o líder adotar o hábito de evoluir e se atualizar profissionalmente.

Uma boa dica é procurar cursos online sobre gestão de pessoas ou até mesmo estudar a fundo metodologias famosas como a Six Sigma e Lean Manufacturing, a fim de tomar decisões mais inteligentes na empresa e conseguir promover a melhoria contínua. Sair da zona de conforto e explorar novos saberes é a melhor forma para acelerar o autodesenvolvimento.

Trabalhe o equilíbrio interior

De nada adianta ter todas as habilidades e qualificações de um bom líder, se o profissional está desestruturado internamente. Sendo assim, é fundamental dar uma atenção especial aos estados emocionais no dia a dia, a fim de desenvolver o autoconhecimento e a autogestão.

O primeiro passo para trabalhar o equilíbrio anterior é ficar atento à sua forma de pensar e se comportar, principalmente diante situações de estresse. Afinal, antes de dirigir outros colaboradores, o líder precisa ter controle sobre o seu próprio agir.

Vale ressaltar que é imprescindível se manter motivado durante a busca pelo desenvolvimento emocional. Só depois que você conquistar o autocontrole poderá se tornar o seu próprio líder para, assim, liderar outras pessoas.

Use ferramentas digitais

Embora a liderança exija que o profissional tenha certas características pessoais — como foco, pontualidade, boa comunicação etc. — ela não é reservada apenas para algumas pessoas específicas, como muitos pensam. Essas qualidades podem ser desenvolvidas ou aprimoradas a qualquer momento por meio de ferramentas digitais que facilitam a função de liderar equipes e, principalmente, trabalhar a autogestão.

É possível, por exemplo, utilizar redes sociais, com o foco corporativo, para aumentar o engajamento entre os colaboradores e melhorar a comunicação interna. Também há vários aplicativos disponíveis para controlar prazos, realizar a gestão de tempo e divisão de equipes que podem ser usados para gerir uma equipe de forma eficiente.

A autoliderança é fundamental para ser bem-sucedido como líder. Depois de desenvolver competências como o autoconhecimento, a autogestão e o autodesenvolvimento, o profissional estará apto para dirigir outras pessoas, buscando o máximo da eficiência possível de cada função.
Gostou de aprender sobre a importância da autoliderança? Aproveite para baixar o e-book e conferir quais são as qualificações de um líder!

Deixe um comentário

Você precisa estar logado para postar um comentário. Clique aqui para fazer o login