Estou começando uma pequena empresa. Quando contratar um contador?

Publicado dia 28 de dezembro de 2013

Quem tem uma pequena empresa sabe que as dúvidas e preocupações são muitas, e que não devem em nada para as de uma empresa comum. Dentre todos os itens importantes que devemos prestar atenção, o financeiro tem lugar especial, pois é um dos pilares centrais que ajudam o empreendimento a iniciar e evoluir.

Quando, então, seria necessária a contratação de um profissional especializado – um contador – para dar conta do recado?

A resposta para a pergunta “quando contratar um contador” é: assim que possível!

A necessidade não ocorre somente porque a contabilidade em uma empresa é um instrumento legal obrigatório, mas principalmente porque se trata de um setor altamente estratégico, que pode ajudar a gerir o negócio de forma global.

Ou seja, além de cuidar do dia a dia financeiro da empresa, a contabilidade funcionaria como um poderoso instrumento que ajudaria em diagnósticos de mercado e tomadas de decisões importantes para o bom funcionamento e evolução do empreendimento.

Quando contratar um contador, pense sobre “Inteligência Financeira”

Em primeira instância e em linhas bastante gerais, o papel do profissional de contabilidade dentro de uma empresa é cuidar dos números: quanto entra, quanto sai, quanto é investido e quanto há de retorno, além de fazer um planejamento gerencial de impostos e tributos que cabem à pessoa jurídica. Nesse contexto, algumas perguntas podem (e devem!) ser feitas, caracterizando assim uma análise mais profunda e uma verdadeira inteligência de negócios: onde está sendo investido? Os investimentos estão sendo feitos nos lugares corretos?

Esse tipo de reflexão é totalmente estratégica e pode ajudar muito no posicionamento da empresa frente às situações de mercado enfrentadas. Com os dados fornecidos por um contador, podemos saber, por exemplo, se os custos da empresa estão concentrados na produção, quando a demanda por investimentos em outros setores, como vendas, se fazem mais urgentes e pertinentes naquele momento. Esse tipo de análise do desempenho e posicionamento da empresa pode ser feito pelo gestor em conjunto com o contador.

Tudo isso é muito importante dentro de uma empresa, e mais ainda dentro de uma pequena empresa nascente, que tem por característica se desenvolver em um ambiente cheio de incertezas e movimentos arriscados por parte dos gestores e investidores. Então, é fundamental que se tenha periodicamente esse “retrato” contábil do empreendimento, que serve tanto para planejamento de ações quanto como termômetro de como anda a situação do capital da empresa.

Quem contratar?

Associada a pergunta “quando contratar um contador?”, surge também a dúvida “quem contratar?”.

O departamento financeiro de sua empresa pode ser comandado por uma pessoa, o contador, ou por uma empresa especializada que terceiriza esse tipo de serviço. No caso de empregar um profissional, é importante que seja uma pessoa com perfil dinâmico, que possua bom conhecimento de mercado e de legislação, além de ser de bastante confiança. Além disso, o contador deve estar totalmente imerso no contexto do empreendimento e buscar sempre se atualizar e buscar conhecimentos na área.

Se você já tem uma startup ou pequena empresa, com certeza já deve ter se deparado com todas essas questões. Se sim, compartilhe  nos comentários e enriqueça as discussões sobre o assunto!

Sobre o autor

Este artigo foi escrito pelo autor convidado Marcelo Toledo.

Toledo trabalha em startups de tecnologia há mais de 14 anos. Foi diretor da Vex até sua venda para Oi e também Fundador e CEO de 5 startups de tecnologia, dentre elas o Payleven, do grupo Rocket Internet. Atualmente é CTO da Oi Internet e recentemente lançou o livro DONO.

O artigo original pode ser acessado em: http://marcelotoledo.com/2013/12/24/estou-comecando-minha-startup-quando-devo-contratar-um-contador/

Fique por dentro das novidades!

Para ficar atualizado sobre os artigos como este que publicamos por aqui semanalmente ou receber os novos materiais gratuitos (modelos de planilhas, e-books, infográficos etc.), inscreva-se em nosso newsletter ou nos acompanhe nas redes sociais.

E se as dicas foram úteis para você e sua empresa, deixe um comentário e compartilhe com seus colegas, utilizando os botões das redes sociais que ficam aqui logo abaixo.

 


Também publicado em Medium.

1 comentário

Deixe um comentário

Você precisa estar logado para postar um comentário. Clique aqui para fazer o login