Gestão do Desempenho Empresarial: saiba o que é CPM, BPM ou EPM e como o Corporate Perfomance Management pode ser útil em sua empresa

Publicado dia 24 de novembro de 2014

Gestão do Desempenho EmpresarialSeja sua empresa grande ou pequena, atue com comércio, indústria ou serviços, temos certeza que realizar a Gestão do Desempenho Empresarial de forma eficaz e eficiente tem lhe tirado o sono, não é mesmo?

E não é para menos, afinal promover a melhoria contínua de resultados financeiros e o sucesso em gestão do desempenho por meio do desenvolvimento das melhores práticas tem sido (há muito tempo) um dos maiores desafio para as empresas, independente do tamanho, setor de atuação ou mesmo tempo de mercado.

Mais do que ter processos padronizados e dados centralizados em sistemas de gestão, o verdadeiro desafio está em inserir na Cultura Corporativa o hábito de utilizar os dados coletados em favor do negócio, transformando simples informações em inteligência corporativa.

Foi por meio desta busca contínua que começaram a surgir várias ferramentas de gestão isoladas, até que, em derivação delas, surgiu uma disciplina inteiramente focada em criar formas de organizar e sistematizar isto tudo: estamos falando aqui de modelos de gestão do desempenho como o CPM (também conhecido por BPM ou EPM), o tema de nosso artigo!

Esperamos que o conteúdo seja de ótimo proveito para você e sua empresa se aprofundarem na gestão do desempenho organizacional! E como você já sabe, dúvidas, comentários e sugestões são sempre muito bem vindos!

Compartilhe sua experiência e conhecimentos conosco no campo de comentários!

Mas afinal, o que é BPM, CPM ou EPM?

CPM BPM EPM

No ambiente corporativo é muito comum encontrarmos as siglas para tudo. E quando tratamos do conceito de Gestão do Desempenho Empresarial não é diferente, sendo que os termos CPM, BPM ou ainda EPM são amplamente utilizados para definir os modelos de gestão de desempenho utilizados para o planejamento e acompanhamento dos resultados de uma empresa.

Mas o que realmente significam BPM, CPM e EPM? E qual sua utilidade?

Essas siglas, respectivamente, vem do inglês Corporate Performance Management, Business Performance Management e Enterprise Performance Management e em bom português significam a mesma coisa: Gestão do Desempenho Empresarial.

Mas o que é gestão do desempenho empresarial?

Apesar do nome complicado, esta é uma disciplina de gestão que busca simplificar a busca pela excelência na Gestão do Desempenho Empresarial por meio de atividades que garantem que os objetivos planejados para a organização sejam atendidos de forma eficaz e eficiente, para melhorar o desempenho corporativo.

Agora que você entendeu o que é gestão do desempenho empresarial, vamos entender melhor o que é BPM, CPM e EPM.

Qual a diferença entre Business Performance Management, Corporate Performance Management e Enterprise Performance Management?

CPM

Se estivéssemos aqui em um descontraído papo de boteco poderíamos afirmar, sem papas na língua, que a não há nenhuma diferença entre Business Performance Management, Corporate Performance Management e Enterprise Performance Management.

E na verdade, não há mesmo. O que ocorre é apenas a adoção de termos similares por empresas e estudiosos da área para definir o mesmo conceito de gestão do desempenho.

Mas no final o que importa mesmo é o propósito, e todos eles têm o mesmo objetivo: realizar a Gestão do Desempenho Empresarial, buscando sempre o máximo de resultados com o menor esforço (ou com o menor uso de recursos).

Ah, mas é preciso tomar cuidado com uma pegadinha que costuma causar confusão!

O termo BPM é utilizado tanto como acrônimo de Business PERFORMANCE Management (tema deste artigo) como também para referenciar o  Business PROCESS Management, disciplina que estuda a Gestão de Processos, que é tema não só para um novo post, mas um e-book completo (se cadastre em nossa newsletter para ficar sabendo de todos os lançamentos).

O que compõe uma plataforma de Gestão do Desempenho Corporativo?

Business Performance Management

Pode parecer paradoxal, mas a quando trabalhamos com a Gestão do Desempenho Corporativo, não existe receita pronta, ferramenta matadora e muito menos resposta certa ou errada. Cada empresa é um universo próprio e deve ser tratada como tal.

É neste sentido que o Corporate Performance Management vai tão bem, por ser bastante abrangente e ao mesmo tempo prático e objetivo.

Uma plataforma de Corporate Performance Management não é necessária um software ou uma única ferramenta. É mais que isto. É o conceito geral que engloba toda a Gestão do Desempenho Empresarial.

Dentre outros aspectos, um sistema CPM engloba:

  • Conceitos;
  • Processos;
  • Metodologias;
  • Ferramentas;
  • Sistemas; e
  • Indicadores

Que são utilizados para:

  • Planejar;
  • Medir
  • Comparar;
  • Analisar;
  • Prever; e
  • Reportar

Todas as informações da organização, permitindo fazer a gestão de indicadores de desempenho da empresa de maneira mais racional e integrada. Ou seja, realizar a Gestão do Desempenho Organizacional não é simplesmente implantar um BI.

Não é uma ferramenta da área de planejamento e controladoria. Não é uma tecnologia. Não é um software de gestão orçamentária.

Cada um destes componentes é fundamental dentro do Corporate Performance Management, tendo cada um deles funções específicas que podem individualmente com geração de valor genuíno para a empresa.

Porém, uma plataforma CPM é muito mais do que qualquer um destes componentes individualmente, é um verdadeiro exemplo de sinergia entre todos eles, que faz com que os resultados gerados com a adoção sejam ainda maiores, contribuindo fortemente para melhorar o desempenho corporativo.

5 motivos para adotar um sistema CPM em sua empresa hoje mesmo!

Gestão do Desempenho Corporativo

Neste ponto acreditamos que você já deve ter entendido bem o que é e o que compõe uma boa solução de Gestão do Desempenho Empresarial, mas talvez a pergunta deva estar em sua cabeça neste momento é: “na prática, para que serve tudo isto?”.

Esse conjunto de ferramentas, metodologias e melhores práticas têm como objetivo primordial oferecer uma visão sistêmica e integrada do empreendimento para que os gestores possam extrair insights relevantes que levem a melhores decisões para o negócio, trazendo benefícios como:

#01 – Melhor Alinhamento Estratégico

A profundidade da análise de dados que traz o sistema CPM permite à empresa ter uma perspectiva mais real acerca de seus objetivos e metas estratégicas, podendo transmitir, a todos os colaboradores, diretrizes coerentes e de fácil compreensão.

Cientes de seus deveres e responsabilidades, cada um trabalha alinhadamente a estes objetivos, contribuindo diretamente para que a empresa atinja o nível de eficiência e eficácia que almeja.

#02 – Processo Orçamentário mais efetivo

Como o CPM fornece dados e informações de ordem financeira, acaba contribuindo também para um melhor Planejamento Orçamentário, elevando a efetividade da empresa em maximizar resultados e reduzir custos.

Além disso, o acompanhamento sistemático que você passa a realizar depois de adotadas as principais metodologias e melhores práticas permite que planejar o futuro da empresa com mais segurança, baseado em dados concretos sobre a saúde financeira do negócio.

#03 – Redução de Riscos do negócio

Riscos financeiros são os que têm maior impacto para o negócio, podendo chegar a inviabilizar a continuidade da empresa. Neste sentido, a Gestão do Desempenho Empresarial auxilia na identificação de riscos em potencial e na eliminação destes, resguardando o patrimônio da empresa com base na análise de dados.

Usando o histórico financeiro, por exemplo, você pode saber se é possível realizar um novo investimento, qual o grau de retorno deste investimento para o negócio e ainda analisar a viabilidade investimentos operacionais.

#04 – Avaliação de desempenho

O CPM também é capaz de refletir o desempenho organizacional de maneira que você possa encontrar gaps de competência e saná-los por meio de treinamentos, aquisição de tecnologias, ajustes de processos, entre outras ações corretivas. Isto porque ele traduz a informação coletada com auxílio da gestão de indicadores chave de desempenho mensuráveis e de fácil entendimento, criando uma cultura de melhoria contínua na sua empresa.

#05 – Compartilhamento da Visão

Estando integrado a outras ferramentas de gestão como um software de Gestão Orçamentária, CRM, ERP, BI, Datawarehouse, etc, a Gestão do Desempenho Organizacional produz uma visão compartilhada sobre o negócio, pois traz informações relevantes e atualizadas, distribuindo esta informação entre todos os envolvidos no processo de gestão.

A comunicação se torna mais clara e transparente, com os funcionários sendo comunicados em tempo real e obtendo acesso às informações importantes para a execução de suas tarefas, aumentando o nível de produtividade e engajamento.

4 Benefícios da Gestão de Desempenho Organizacional para sua empresa

Enterprise Performance Management

Se até agora você não está convencido dos ganhos que a adoção de uma metodologia de gestão de desempenho (seja lá o nome que você queira dar: sistema CPM, plataforma BPM ou metodologia EPM) pode trazer para sua empresa, elencamos abaixo mais uma série de ganhos para que as organizações que adotam o Business Performance Management costumam ter.

Confira alguns deles:

#01 – Planejamento mais apurado

Para poder acompanhar o desempenho, o primeiro passo é planejar os resultados que se quer atingir. Com a adoção do Business Performance Management são estabelecidas metas claras e desafiadoras para cada área. E estas metas devem ser acordadas entre os gestores e suas equipes.

Assim, gradativamente vai sendo criada na empresa a “cultura do planejamento”, pois para atingir essas metas é necessária a formatação e o acompanhamento de planos detalhados em programas de trabalho, com prazos e responsáveis identificados.

#02 – Avaliação de desempenho contínua

Com metas bem definidas, a empresa tem um mapa para seguir e assim pode realizar a avaliação sistemática de desempenho dos processos. Isso permite aos gestores focarem seus esforços para identificar fatores que estejam dificultando o cumprimento dos resultados, evitando decisões com baixa relação de custo benefício.

Além da gestão de indicadores de desempenho por área, a avaliação do desempenho individual pode ser uma ferramenta objetiva para o desenvolvimento de um modelo de Remuneração Variável, através do pagamento de premiação às equipes que atendam e superem as expectativas da direção.

#03 – Revisão e melhoria dos processos

Identificando os processos ou as atividades que não agregam valor ao produto final, é possível atuar de forma objetiva para melhorar estes pontos, melhorando o desempenho corporativo e o resultado da empresa como um todo.

#04 – Maior engajamento das equipes

Com planejamento, acompanhamento e revisão contínua dos processos da empresa, os gestores e equipes passam a desenvolver uma postura empreendedora, voltada para o atendimento ao seu cliente interno, gerando assim uma maior integração entre as áreas.

Todos passam a conhecer os objetivos gerais da empresa e atuar de forma colaborativa para alcançá-los.

Ferramentas de Gestão do Desempenho Empresarial

Apenas relembrando, o Enterprise Performance Management não é uma ferramenta ou sistema.

É muito mais do que isso, sendo um framework de trabalho que integra vários conceitos, metodologias e melhores práticas.

Antes de pensar em qualquer sistema de informação ou automatização dos processos, é preciso pensar de forma mais ampla e modelo de gestão do desempenho da empresa, levando em consideração processos e atividades chave do negócio, para criação do “mapa geral de indicadores e métricas” que dará base para todo o restante.

Mas para tirar um pouco da subjetividade deste discurso, separamos abaixo uma lista de ferramentas e metodologias que compõem a Gestão do Desempenho Empresarial:

Além destas “grandes” ferramentas, separamos também algumas ferramentas de apoio bastante úteis:

Como começar a aplicar os conceitos de Gestão do Desempenho em sua empresa?

Como já dissemos antes, lá no comecinho do artigo, uma boa Gestão do Desempenho Corporativo começa com o planejamento dos resultados que se quer atingir.

Sendo assim, uma forma bastante simples e prática de começar é criando um Orçamento Empresarial para sua empresa.

Este orçamento pode ser criado para um ano, seis meses ou até mesmo três meses a frente. O importante é planejar e acompanhar regularmente os resultados.

O assunto interessou e quer começar a utilizar o orçamento em sua empresa? Ou então já o utiliza e quer aprender mais sobre o tema e obter dicas do que pode ser melhorado?

Confira o webinar que preparamos para sua empresa! Para baixar, basta clicar na imagem abaixo:

Webinar Orçamento Empresarial na Prática

E como você já sabe, toda semana publicamos aqui artigos relacionados a planejamento, orçamento e acompanhamento econômico-financeiro.

Também publicamos mensalmente materiais gratuitos para download como modelos de planilhas, white papers e e-books.

Portanto, se você ainda não é assinante de nosso newsletter, cadastre-se para receber este e outros artigos por e-mail, ou nos adicione nas redes sociais para ficar por dentro de tudo que acontece por aqui.

E se o conteúdo do artigo foi útil para você e sua empresa, deixe um comentário e compartilhe com seus colegas utilizando os botões das redes sociais que ficam aqui logo abaixo.


Também publicado em Medium.