Mas afinal, o que são Simulações de Cenários Econômico-Financeiros?

Publicado dia 9 de março de 2014

Você que acompanha nosso blog, já deve ter percebido o quanto falamos sobre a importância da simulação de cenários econômico-financeiros para manter sua empresa ciente dos possíveis caminhos, e escolher o melhor a ser seguido. Inclusive já até publicamos uma planilha para análise e simulação de cenários econômico-financeiros que pode ser baixada gratuitamente aqui.

Mas afinal, o que são cenários econômico-financeiros?

cenários economico financeiros

O que são Simulações de Cenários Econômico-Financeiros?

Simulação de cenários econômico-financeiros ou simulação de cenários orçamentários é um método de planejamento estratégico que várias organizações utilizam para fazer planos flexíveis de médio ou longo prazo. É em grande parte uma adaptação e generalização dos métodos clássicos utilizados pela inteligência militar.

Mesmo no Brasil, é comum encontrar algumas empresas e profissionais da área que utilizarem o termo em inglês what if scenarios, que em tradução literal ficaria cenário o que se… Ou seja, o que aconteceria com o resultado se uma suposição se comprovar verdadeira.

Para previsão e simulação de cenários, mais importante do que obter as respostas, a chave para realização de um planejamento e orçamento eficaz, é realizar as perguntas corretas.

Para ficar mais fácil, vamos ver alguns exemplos:

Exemplo 01 – Compra de uma nova máquina produtiva

Digamos que sua empresa planeja a compra de uma nova máquina para incrementar a produção de uma determinada linha de produtos. Mas quais os impactos que a compra da nova máquina causaria na empresa?

Vamos ver alguns exemplos de perguntas que podem ser feitas:

  • Nossa área produtiva está preparada para atender a nova demanda ou precisaremos contratar mais pessoas para operar a nova máquina?
  • Precisaremos investir em expansão da área produtiva para acomodar a nova máquina?
  • Quanto à logística, conseguiremos escoar essa produção? Temos onde estocar? Ou vamos precisar investir na ampliação do esquema logístico e contratar mais pessoas?
  • Precisaremos aumentar nossa equipe de marketing e vendas para dar vazão ao novo volume produzido?
  • Precisaremos investir em equipamentos (computadores, tablets, celulares, automóveis etc.) para a equipe de vendas?
  • Os novos contratados de vendas precisarão ser treinados? Quanto isto custará?
  • E a equipe administrativa, está preparada para dar suporte às áreas comercial e produtiva com o aumento de demanda, ou precisaremos contratar mais pessoas para dar suporte administrativo?
  • Temos espaço e infraestrutura para contratar mais pessoas ou precisaremos investir?
  • Nosso financeiro está preparado com pessoas e sistemas para faturar e controlar a nova demanda?
  • Nosso fluxo de caixa está equilibrado (prazos de pagamentos x prazos de recebimentos)?
  • Precisaremos de mais capital de giro para dar suporte ao aumento na operação?
  • Esse capital será próprio ou de terceiros? Pagaremos juros por isso?
  • Nossos softwares e sistemas internos estão preparados para um crescimento de demanda ou precisaremos investir em atualização, implantação e treinamento?

Exemplo 02 – Corte de custos – Redução de mão-de-obra

Agora imagine que sua empresa decidiu cortar custos e para isto planeja dispensar parte da mão-de-obra produtiva.

Algumas perguntas que podem ser feitas antes de tomar a decisão:

  • Serão dispensados os funcionários mais antigos (e caros) ou os mais recentes (mais baratos, porém menos experientes)?
  • Temos saldo de caixa para pagar as rescisões contratuais ou precisaremos tomar um empréstimo para isto?
  • A mão-de-obra que restará será suficiente (em volume e em conhecimento/experiência) para manter a produção atual ou precisaremos reduzir o volume de vendas?
  • Se reduzirmos o volume de vendas, o que faremos com os vendedores que ficarão ociosos?
  • Teremos mais ociosidade em equipes de apoio, como administrativo, logística, marketing etc., resultante da redução da linha produtiva?
  • O que faremos com estes profissionais?
  • E com a estrutura física (prédios, máquinas, equipamentos etc.)?

Outros tipos de previsões de cenários econômico-financeiros

Estas são só algumas questões a serem respondidas durante o processo de planejamento e orçamento, mas a lista não para por ai.

A simulação de cenários também é bastante utilizada por empresas que trabalham em mercados voláteis ou que dependam de índices externos como cambio, taxa de juros, preço de matérias-primas (commodities), etc.

Neste caso, algumas perguntas comuns a serem feitas:

  • O que acontece se o dólar subir? E se baixar?
  • Qual nossa posição quanto a taxa de juros? Continuaremos a expandir?
  • Qual o preço mínimo para comprarmos nossa matéria-prima base?
  • E o que acontece se o preço da matéria-prima não baixar e nosso estoque esvaziar? Compraremos ao preço de mercado ou paramos a produção?
  • E se o preço chegar ao “gatilho” de compra, quanto compramos? Aproveitamos para fazer estoque? Qual o custo de manter este estoque?

Planilha gratuita para análise e simulação de cenários econômico-financeiros

Neste outro artigo, colocamos uma planilha com um modelo para simulação de cenários que pode ser baixada gratuitamente. Para isto, basta clicar no botão abaixo:

Modelo para Análise e Simulação de Cenários Financeiros

 

Nas próximas semanas faremos alguns exemplos práticos de simulações de cenários. Portanto, se você ainda não é assinante de nosso newsletter, cadastre-se (aqui, logo abaixo) ou nos adicione nas redes sociais para ficar por dentro de tudo que acontece por aqui!

E se as dicas foram úteis para você e sua empresa, compartilhe utilizando os botões das redes sociais que ficam aqui logo abaixo.


Também publicado em Medium.

1 comentário

Deixe um comentário

Você precisa estar logado para postar um comentário. Clique aqui para fazer o login