Como saber se a terceirização contábil é uma boa opção para o seu negócio?

Publicado dia 23 de fevereiro de 2018

Responda rápido: quando se trata da abertura de uma empresa, qual é o primeiro profissional que deve entrar em cena para apoiar o dono do negócio? Se você respondeu contador, acertou! A importância do contador nessa empreitada não é por acaso, afinal, cabe a ele cumprir a função estratégica de formação e desenvolvimento da gestão financeira, fiscal e tributária de um negócio desde o seu início. No passado, era comum que cada empresa tivesse o seu próprio departamento de contabilidade, mas com a tendência da especialização, muitas delas passaram a buscar a terceirização contábil para assegurar mais eficiência, competitividade e eficácia às suas atividades.

Terceirização contábil

Mas afinal de contas, o que é melhor? Neste artigo, faremos uma análise para identificar se a terceirização contábil vale a pena ou não. Para isso, mostraremos quanto custa um contador em comparação com os serviços de um escritório de contabilidade e, ainda, quais são as vantagens e desvantagens entre a contratação de um contador interno e um terceirizado.

Terceirizar a contabilidade vale a pena?

É muito comum vermos empreendedores se preocuparem com a decisão entre ter um contador interno ou terceirizar este serviço. E geralmente o que acaba pesando na decisão são os custos de cada opção. Porém, antes de poder responder com certeza se a terceirização contábil será benéfica ao seu negócio, é necessário que os gestores respondam algumas questões.

A primeira delas diz respeito ao tamanho da empresa. Se ela possuir filiais, normalmente terá um processo de faturamento mais complexo. Nesse caso, pode valer a pena a contratação de um contador, afinal, ele acabará cuidando de contabilidades diferentes, mesmo que dentro do mesmo negócio. Já quando se tratar de empresas de menor porte, com processos mais enxutos, a terceirização pode representar economia sem riscos à organização financeira.

Uma outra questão está ligada à complexidade do negócio. Em uma indústria, por exemplo, o sistema de custeio, o controle de estoque e o recolhimento dos impostos sobre a produção representam uma maior complexidade para a contabilidade. Sendo assim, ter um contador próprio é aconselhável. Mas no caso de empresas de serviço, que possuem tamanho reduzido e a contabilidade é menos complexa, podemos dizer que a terceirização se torna viável.

Outro ponto bastante relevante em relação à complexidade é que, independentemente do porte, as empresas precisam lidar com uma enorme gama de impostos, taxas e contribuições. Sem um especialista no assunto, o empreendedor vai gastar muito tempo e dinheiro para fazer a coisa certa. Quer entender o tamanho dessa burocracia e por que um contador interno ou um escritório terceirizado fazem toda a diferença? Então baixe gratuitamente nosso infográfico que faz um raio X dos impostos nas empresas e conheça os modelos de tributação.

Raio-X dos Impostos em sua empresa

Existe também um outro item que muitos empresários se esquecem, mas que é muito importante na hora de escolher entre a terceirização contábil ou não. Trata-se da necessidade de confidencialidade que os dados do negócio requerem. Processos como a abertura de capital podem ser comprometidos caso ocorra a divulgação de informações privilegiadas, como aquelas típicas dos contadores.

Por fim, o gestor deve analisar a dependência do negócio em relação à contabilidade. Empresas que demandam informações contábeis com agilidade e em curto prazo geralmente devem ter um contador interno. Caso contrário, a contratação de terceiros é tranquilamente capaz de fornecer os serviços necessários ao bom funcionamento da empresa.

Somente depois de responder a estas questões cruciais para uma tomada de decisão consciente é que o empresário deve partir para a avaliação dos custos, seja da contratação de um contador interno, seja da terceirização contábil.

Quanto custa um contador

Contador x escritório contábil

Quando analisamos somente o aspecto financeiro, terceirizar o serviço de um contador é, sem dúvidas, mais vantajoso. No entanto, para tomar esta decisão com tranquilidade é fundamental conhecer todos os gastos que envolvem a contratação de um empregado, como seus encargos trabalhistas e previdenciários. Na sequência, o gestor pode compará-los com os custos de um contador terceirizado. Sem esquecer, é claro, de levar em conta as necessidades que envolvem cada negócio.

Como já vimos, empresas de pequeno e médio porte possuem uma contabilidade menos complexa, sem falar num orçamento mais enxuto, o que faz a opção pela terceirização do contador ser bem vista. Mas antes de procurar algum profissional, é preciso conhecer os tipos de serviço que seu negócio irá precisar.

Entre os serviços contábeis mais comuns estão a gestão fiscal e tributária, a contabilidade em si, a organização das folhas de pagamento, a auditoria ou consultoria e o auxílio na abertura da empresa. Para realizar estes serviços, todo contador deve seguir a tabela de preços fixada pelo Conselho Regional de Contabilidade. Confira o valor cobrado pelos contadores por alguns serviços:

  • Atas de assembleias gerais de S.A.: R$ 3.500,00;
  • Escrituração fiscal em entidades sem fins lucrativos: R$ 510,00;
  • Estatutos de condomínios: R$ 2.000,00;
  • Formulário do Ibama: R$ 164,00;
  • Honorários base para prestadoras de serviços: R$ 400,00;
  • Imposto de Renda: varia de R$ 50,00 até R$ 500,00;
  • RAIS negativa: R$ 35,00.

Obs: os valores são referentes ao ano de 2018.

Após o gestor analisar as necessidades de seu negócio e conhecer o valor médio cobrado pelos contadores, pode tomar sua decisão com muito mais segurança.

Já as empresas que analisam que é mais vantajoso contratar um profissional por CLT, veja um exemplo dos impostos que seriam pagos para manter esse funcionário na tabela abaixo:

Quanto custa um contador

O salário que utilizamos para esse exemplo é uma média salarial da internet, mas para para saber melhor a variação de valores por cargo e tamanho de empresa, analise a tabela abaixo, extraída do Guia Salarial 2017 da Robert Half:

Quanto custa um contador

No próximo tópico, com o objetivo de facilitar ainda mais sua escolha, apresentamos as vantagens e desvantagens na contratação de um contador interno ou de um terceirizado.

Contador x escritório contábil: quais as vantagens de cada um deles?

Independentemente se a sua opção for por um contador interno ou pela terceirização, é preciso ter em mente que um profissional contábil deve transmitir confiança na hora de lidar com os dados da sua empresa. Para entender melhor as vantagens e desvantagens de um contador interno ou de um terceirizado, preparamos a lista a seguir. Confira!

Contador interno

  • Vantagens:
    • Atendimento exclusivo: contratando um funcionário para cuidar somente da contabilidade, você terá alguém sempre disponível, no horário de trabalho, para tirar alguma dúvida urgente.
    • Entendimento do negócio: ao contratar um colaborador você terá um profissional que entende do seu negócio profundamente. Alguém que está alinhado com as estratégias e que tem uma visão holística da empresa.
  • Desvantagens:
    • Custos dos encargos trabalhistas: entre os principais estão a Previdência Social, o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), a multa rescisória nos casos de demissão sem justa causa, as férias remuneradas e o décimo terceiro salário.
    • Investimento em softwares contábeis: para que o profissional contábil exerça bem sua função, ele necessita que a empresa invista em tecnologia destinada a otimizar seu trabalho.

Contador terceirizado

  • Vantagens:
    • Economia: a empresa não precisará investir em tecnologia e não terá gastos com os encargos trabalhistas.
    • Foco na atividade-fim da empresa: ao contratar um contador terceirizado, o gestor e demais funcionários não precisam se dedicar a assuntos relacionados aos impostos e ao regime tributário. Assim, conseguem mais tempo para se dedicarem à atividade-fim do negócio;
    • Serviço especializado: ao buscar um serviço terceirizado, acaba-se buscando um escritório de contabilidade que conta com diversos profissionais para atender à sua empresa. Desse modo, você contrata uma bagagem maior de conhecimento e experiência, já que os contadores poderão conversar entre si para encontrar a melhor solução para possíveis problemas no seu negócio.
    • Melhor estrutura: por se tratar de um serviço especializado, os escritórios contábeis já contam com toda a tecnologia e conhecimento necessários para desempenhar suas atividades, o que libera o empresário e seus colaboradores deste tipo de preocupação.
  • Desvantagem:
    • Sua empresa não é exclusiva: nesse caso, o empresário deve saber que não terá um contador o tempo todo à sua disposição. Por isso, torna-se necessário solicitar serviços e dados com um pouco de antecedência.

Com essas informações em mãos fica mais claro que as duas opções são capazes de atender bem o seu negócio, não é verdade? É possível também observar que empresas de pequeno e médio porte, pelo orçamento mais enxuto e pela menor complexidade dos processos, conseguem tranquilamente manter um bom funcionamento contábil por meio de contadores terceirizados.

Concluindo

Abrir e manter uma empresa não é fácil. E hoje vimos que existem várias questões a serem pensadas para que esta difícil jornada não dê errado. No que diz respeito à contabilidade, é preciso que o gestor conheça com profundidade as características e as necessidades de seu negócio, a fim de escolher se é um contador interno ou terceirizado a melhor opção para ele.

Esperamos que você tenha gostado deste artigo e que aproveite todas as dicas para aprimorar constantemente suas estratégias. Ficou com alguma dúvida ou quer contar uma experiência? Deixe um comentário! Estamos aqui para ouvi-lo e trocar ideias.

Toda semana publicamos aqui no blog artigos relacionados a planejamento, orçamento e acompanhamento econômico-financeiro. Além disso, publicamos mensalmente materiais gratuitos para download, como modelos de planilhas, white papers e e-books. Portanto, se você ainda não é assinante de nossa newsletter, cadastre-se para receber esses conteúdos por e-mail, ou nos adicione nas redes sociais para ficar por dentro de tudo que acontece por aqui.


Também publicado em Medium.

Home Fóruns Como saber se a terceirização contábil é uma boa opção para o seu negócio?

Este tópico contém resposta, possui 1 voz e foi atualizado pela última vez por  Daniela Pereira Fernandes 1 ano, 4 meses atrás.

Como saber se a terceirização contábil é uma boa opção para o seu negócio?

Você deve fazer login para responder a este tópico.