A importância da avaliação de desempenho para o sucesso do negócio

Publicado dia 9 de abril de 2018

Há algum tempo, a avaliação de desempenho deixou de figurar como uma tarefa secundária e passou a ser um dos mais importantes indicadores da eficácia do trabalho. Hoje, faz parte da estratégia para o crescimento do negócio.

Grandes empresas conhecidas, como Google e Netflix, utilizam a avaliação de desempenho como uma forte ferramenta para tomada de decisões, decidir promoções, realizar planos de carreira e de desenvolvimento individual. Diante desse fato, o artigo a seguir mostrará a importância que a avaliação de desempenho tem para uma organização e como ela impacta o negócio.

Além das necessidades de definir os KPIs corretos e quais os indicadores da área financeira têm ligação com a atuação dos profissionais. Continue a leitura e aprenda mais sobre a importância da avaliação de desempenho no negócio e algumas métricas que podem te auxiliar a criar a sua.

Qual a importância da avaliação de desempenho?

A modernização do sistema de trabalho e a inserção de novas gerações dentro da empresa trouxeram à tona uma necessidade: a alta valorização dos colaboradores.

Isso porque  a crescente competição do mercado pelos melhores talentos fez com que as organizações precisassem investir em benefícios mais atrativos para manter esses funcionários.

No entanto, em meio a isso, os gestores também perceberam uma maior demanda por avaliar minuciosamente a performance desses talentos. Era visível que o desempenho no trabalho e consequentemente do negócio, melhorava à medida que os profissionais recebiam feedbacks construtivos.

Essa análise periódica do desempenho de cada profissional deve ser trabalhada de acordo com as atividades por ele realizadas e competências necessárias para suas atividades. Veja no artigo “35 competências essenciais para avaliações de desempenho” algumas que podem te ajudar na hora da avaliação.

É fundamental também ligar a avaliação sempre às metas estabelecidas pela organização e o potencial de melhora individual.

Dada essa importância, é necessário que o negócio mantenha KPIs (Key Performance Indicator ou Indicadores-Chave de Desempenho, em português) que avaliarão o trabalho desenvolvido tanto individualmente quanto em grupo, ajudando a definir a eficácia de uma ação da equipe.

A seguir mostraremos algumas das mais importantes.

Quais métricas financeiras colaboram com a avaliação de desempenho?

Medir o desempenho“Só é possível gerir aquilo que se mede”, já dizia o estatístico William Edwards Deming. No caso das  métricas financeiras, elas servem como mecanismos para aferir os resultados advindos da produtividade dos colaboradores e como o trabalho deles tem impactado o negócio, mostrando a sua performance.

Quando escolhidas corretamente, elas fornecem aos gestores instrumentos para a verificação do status das iniciativas. Além de subsídios para tomada de decisões quanto às habilidades que faltam aos colaboradores, embasando a gestão de pessoas.

A implementação de um sistema de métricas que permitam verificar o desempenho ajudará os gestores a alinharem o trabalho do colaborador de maneira estratégica, diferenciar a capacidade produtiva por equipe e potencializar o trabalho de cada indivíduo.

Confira algumas das métricas financeiras que ajudarão em todo esse processo!

Rentabilidade

Quanto a sua empresa tem investido em projetos? Qual foi o retorno obtido? Saber esses dois pontos é fundamental para fazer o cálculo do ROI (retorno sobre o investimento). Isso ajuda a entender melhor se os investimentos na capacitação da equipe como, por exemplo, em cursos e-learning ou em ações de treinamento, estão tendo um bom retorno.

Se sim, isso mostra que a performance dos colaboradores é positiva e que eles têm procurado as melhores maneiras de fazer com que o empreendimento cresça.

Dias para o fechamento do mês

A princípio pode haver um estranhamento sobre a eficácia desse indicador. Porém, ele é crucial na avaliação de desempenho. A tarefa dele é medir a quantidade de dias úteis necessários para realizar cada um dos processos da empresa.

Logo, se houver demora nas entregas, o gestor terá como identificar se as falhas aconteceram por baixo desempenho e em qual etapa isso é recorrente. Isso pode indicar a necessidade de desenvolvimento de uma habilidade ou competência.

Ter essas informações em mãos ajudará os gestores a terem um panorama de quantos dias são necessários para a realização de determinados processos internos e em qual período o indivíduo produz mais.

Consequentemente, na hora de dar o feedback, ele terá mais facilidade em apontar a ligação entre os dias de fechamento e a importância de manter a alta produtividade, provendo soluções junto aos colaboradores.

Despesas atuais versus orçamento

Uma das mais importantes ações de uma equipe deve ser o cuidado com a elaboração dos orçamentos anuais. Afinal, o funcionamento de uma empresa depende diretamente das suas finanças.

Logo, a equipe é responsável por trabalhar os objetivos comerciais a fim de garantir que os resultados estejam alinhados.

Esse KPI em específico medirá o nível do desempenho atual contrapondo-o com o orçamento (que apresenta o que foi planejado em relação aos números). Isso ajudará a manter o controle, mas também garantirá que os esforços feitos sejam precisos e realistas, direcionando a equipe para que ela tenha grande impacto no sucesso do empreendimento.

Lifetime Value (LTV)

O Lifetime Value é um indicador ligado ao valor que cada cliente representa ao negócio por tempo de relacionamento entre eles. Por exemplo, pessoas que oferecem serviços de consultoria precisam de um LTV relativamente mais alto, pois a baixa pode significar a perda dos clientes ou/e insatisfação destes.

Por exemplo, se a consultoria prestará serviços por 6 meses, ela precisará de um valor 6 vezes maior do ticket médio. Além disso, deverá se atentar para que esse valor sempre aumente, a fim de manter a sustentabilidade do negócio.

O LTV baixo demonstra falhas no processo de vendas ou insatisfação dos clientes, sendo uma fonte de informações para os gestores que desejam fazer uma avaliação de desempenho eficaz, visando sempre suprir esses problemas.

Número de faturas pendentes

Avaliação de desempenho

Essa métrica mostra a habilidade de gerenciamento de caixa. Isso porque ela inclui análises nas contas a receber e também pagamento de funcionários.

Como as faturas podem ser contestadas devido ao preço, entrega ou serviço concluídos, isso tem implicação direta na taxa de satisfação do cliente e o que é preciso para se tornar o fornecedor favoritado por ele.

Por meio dela, é possível ter respostas mais satisfatórias em relação ao problema que poderão causar esses atrasos nos pagamentos ou mesmo na baixa da taxa de satisfação.

Consequentemente, a empresa que adota essa ferramenta consegue ter um panorama mais amplo e um controle mais ativo sobre as falhas da equipe na manutenção do alto nível de qualidade do serviço.

Quanto mais dados concretos a empresa obtiver por meio das métricas financeiras, mais facilidade ela terá em gerenciar feedbacks construtivos e que levem o negócio a ter uma alta performance.

Como o colaborador é peça-chave, as métricas são fundamentais para avaliar, desenvolver e reter os melhores profissionais. Agora que você já sabe melhor qual a importância da avaliação de desempenho, o próximo passo é aprender a potencializá-la para que não seja apenas mais uma formalidade na empresa.

Sobre o autor

Logo ImpulseA Impulse é uma empresa especializada em plataformas cloud para Educação Corporativa, Avaliação de Desempenho, Recrutamento, Sucessão e Redes Sociais Corporativas. Acesse o site da Impulse e fique por dentro das últimas novidades para transformar a atividade da sua equipe em um sucesso para o negócio!


Também publicado em Medium.

Deixe um comentário

Você precisa estar logado para postar um comentário. Clique aqui para fazer o login