Como utilizar o empréstimo para empresas como investimento?

Publicado dia 10 de junho de 2019

Toda empresa necessita de recursos financeiros, planejamento, organização e foco no resultados para poder crescer de forma sustentável. Por isso, solicitar um empréstimo pode ser um bom investimento para a empresa. Com esse dinheiro o empreendedor consegue melhorar a qualidade dos serviços prestados, caso seja empregado corretamente e em atividades que gerem retornos.

Essa prática fica ainda mais clara quando a empresa não possui recursos próprios suficientes para executar projetos de desenvolvimento das atividades ou a expansão das operações.

Neste post, iremos apresentar os pontos positivos que um empréstimo pode proporcionar para a sua empresa e quais os procedimentos necessários para não ter problemas ao investir. Confira!

Por que o empréstimo pode ser considerado um investimento?

É muito comum que empreendedores tenham receio de pegar dinheiro emprestado, por não ter previsibilidade das condições de pagar as parcelas e o medo de ficar muito endividado.

No entanto, situações como essa podem ser evitadas, desde que os recursos sejam empregados corretamente em atividades que gerem retornos satisfatórios. Por isso, recomenda-se adotar algumas ações ao fazer um empréstimo. Confira!

Pense no retorno do capital investido

Digamos que o empreendedor queira comprar equipamentos que tragam um aumento da produtividade do negócio. Para que não tenha que comprometer suas reservas financeiras, uma boa opção é recorrer a um empréstimo empresarial. Assim, as parcelas do empréstimo poderão ser pagas com o retorno gerado pelo investimento feito no próprio negócio.

Medidas como essa podem ser excelentes alternativas para o negócio, caso tenha capacidade retornar o investimento em pouco tempo.

Assim, ao adquirir um equipamento que ajudará a trazer um aumento de vendas e consequentemente, o faturamento, a empresa tem mais condições de pagar um empréstimo no curto prazo, tendo menos gastos com os juros.

Para facilitar o entendimento vamos dar um exemplo: Manoel é um empreendedor, tem uma padaria, e vende de 30 a 40 bolos todos os dias. O estabelecimento está cheio todos os dias, mas ele não tem capacidade para fazer mais do que 40 bolos em um dia.

Manoel, então, teve a ideia de comprar um novo forno profissional. Ele acredita que com esse novo forno ele conseguirá produzir 50 bolos em um dia. O problema é: o forno custa R$20 mil e o fabricante falou que tem dois anos de garantia. Será que vale a pena comprar essa nova máquina? Qual o retorno esperado?

O investimento no novo forno tem um retorno anual de 50%. Em apenas dois anos Manoel conseguirá recuperar o investimento.

Pague dívidas com mais facilidade

Muitas vezes, seja por imprevistos ou então erros no planejamento, o empreendedor não consegue pagar seus fornecedores em dia e, por isso, é obrigado a pagar os juros referentes a esses atrasos – que costumam ser maiores que os juros originais do contrato. Assim, o prejuízo da operação acaba maior que o esperado.

Uma forma de tentar reverter esse quadro pode ser buscar um empréstimo.

Pode até parecer que a empresa está trocando uma dívida por outra. Porém, essa iniciativa pode ajudar a manter a saúde financeira do negócio. Caso o empreendedor consiga uma boa negociação com a instituição financeira, obtendo parcelas e taxas de juros adequadas às condições de pagamento, é possível reorganizar as finanças e pagar os fornecedores com mais tranquilidade.

Consiga capital de giro na hora certa

Uma dúvida muito comum para o dono de qualquer negócio é: como é possível conseguir um dinheiro extra para o funcionamento da empresa? Uma boa resposta é optar por linhas de crédito para capital de giro que possuam taxas e prazos que viabilizem a realização dos investimentos.

Ao contar com o capital de giro, o empreendedor pode conseguir melhores negociações e compra de mercadorias e insumos por valores mais baixos, possibilitando a realização de ofertas que atraiam mais consumidores e aumentem as vendas, melhorando o fluxo de caixa e a saúde financeira da empresa.

Quando uma empresa presta bons serviços a preços competitivos, consegue ter uma maior fidelização de seus clientes. Isso ajuda a ter maior previsibilidade dos recursos necessários para manter as contas em dia e pensar em novos investimentos.

Autonomia no uso do dinheiro

Ser empreendedor é esperar pelo inesperado, por isso é preciso estar atento às demandas dos clientes e às tendências do mercado. Mas nem sempre há dinheiro suficiente para fazer investimentos na melhoria das condições de trabalho e, também, conseguir negociar melhores condições com os fornecedores.

Mas então, qual é a solução para o dinheiro ser usado com mais autonomia quando os recursos próprios estão escassos? Mais uma vez a resposta é buscar por um empréstimo.

Alguns empreendedores costumam recorrer a linhas de financiamento. No entanto, essa modalidade de crédito faz com que os recursos possam ser usados apenas para a finalidade especificada no contrato.

Adquirindo um empréstimo, o tomador poderá ter mais liberdade na utilização do dinheiro, podendo aplicá-lo nas atividades mais fundamentais para manter o bom funcionamento de uma empresa naquele momento.

Mas tenha cuidado ao pedir um empréstimo!

Você já sabe que pegar um empréstimo pode ser uma ótima maneira de impulsionar o seu negócio e de evitar dívidas que podem comprometer a organização financeira e a imagem da empresa. Mas para que não seja um problema é indicado tomar algumas precauções para que o dinheiro extra não se transforme em problemas no futuro, por exemplo:

  • Avalie as condições do empréstimo, prazo, taxas de juros e outros encargos;
  • Análise a capacidade de pagar as parcelas em dia;
  • Tenha noção de como o dinheiro será utilizado;
  • Verifique o histórico da instituição financeira.

Caso a empresa tenha planejado utilizar o dinheiro de maneira inteligente, um empréstimo pode ser considerado uma alternativa para fazer investimentos. Se você deseja conhecer alternativas interessantes para melhorar a performance do seu negócio, conheça a BizCapital, empresa de empréstimos para empresas, que concede crédito totalmente online, de forma rápida e transparente, sem a necessidade de apresentar garantias reais.

Texto escrito pela da equipe de redação da BizCapital, fintech que tem o objetivo de facilitar soluções de crédito de forma rápida e inteligentes.

Deixe um comentário

Você precisa estar logado para postar um comentário. Clique aqui para fazer o login