Conheça o vencedor do Prêmio Nobel de Economia 2017: o que Richard Thaler e a Economia Comportamental ensinam às empresas

Publicado dia 16 de outubro de 2017

Richard Thaler Prêmio Nobel de EconomiaDeixar a economia mais humana. Foi esse um dos motivos que fez com que o economista Richard Thaler ficasse conhecido como o ganhador do Prêmio Nobel de Economia 2017 pelo desenvolvimento da Teoria da Economia Comportamental (ou Contabilidade Mental).

O Nobel de Economia é também chamado de The Prize in Economic Sciences (em português, Prêmio das Ciências Econômicas), e foi instituído em 1968 pelo Sveriges Riksbank, o Banco Central da Suécia. O prêmio inclui a dedicatória a Alfred Nobel, o que faz com que o referenciemos como Prêmio Nobel de Economia (no entanto, ele é oficialmente denominado como Prêmio do Banco da Suécia para as Ciências Econômicas em Memória de Alfred Nobel).

Deixando essa pequena intriga de lado (aqui manteremos a nomenclatura de Nobel de Economia), o fato é que o economista Richard Thaler foi o vencedor de 2017 e faturou US$ 1,1 milhão. Bom, mas claro que não é pelo valor do prêmio que estamos aqui (afinal, esse dinheiro não parará no caixa da sua empresa, certo?). O que queremos é convidá-lo a parar alguns minutinhos e entender um pouco mais sobre quem é Richard Thaler e o que diz sua Teoria da Economia Comportamental. Afinal, estar por dentro das novidades da economia é também papel de profissionais de planejamento e controladoria, não é mesmo?

Quem é Richard Thaler?

Nascido em 12 de setembro de 1945, na cidade de East Orange (Nova Jersey, EUA), o economista Richard Thaler atualmente exerce o cargo de professor na Chicago Booth School of Business e ocupa a cadeira de presidente da American Economic Association.

Thaler possui Ph.D. pela University of Rochester e, inspirado por artigos escritos por Amos Tversky e Daniel Kahneman nos anos 70, sentiu-se atraído pelo então emergente campo da economia comportamental. Mais especificamente, Richard Thaler interessou-se pela afirmação de que as pessoas cometem erros previsíveis em suas decisões.

No entanto, como toda boa história, nem tudo foram flores na vida do economista. Para você ter uma ideia, ele já foi visto como uma espécie de pária da economia por juntar a área com questões psicológicas, sendo rejeitado por várias universidades para ocupar o cargo de professor. Ele tentou ainda a carreira de consultor, mas sem êxito.

Na busca por um emprego, Thaler foi com seu currículo na Universidade de Rochester, onde conseguiu um emprego temporário e escreveu um artigo que mudaria de vez o rumo de sua vida (se você está nessa mesma fase, à procura de recolocação no mercado de controladoria, viu como não dá para desanimar?).

Após o período de turbulências ter passado, Richard Thaler passou a ser referência em economia comportamental, tendo elaborado dois livros:

  • Nudge – O Empurrão para a Escolha Certa: escrito por Richard Thaler e Cass Sunstein, o livro, de acordo com sua sinopse, mostra que ao saber como as pessoas pensam é possível estabelecer uma arquitetura da escolha que facilita o reconhecimento das melhores opções. “Nossos erros nos tornam mais pobres e menos saudáveis” é uma das frases de destaque. A obra discute sobre como é possível aplicar a nova ciência da arquitetura de escolhas para guiar as pessoas rumo a direções que tornarão suas vidas mais saudáveis, ricas e livres.
  • Comportamento Inadequado – A construção da economia comportamental: nesta obra, o economista Richard Thaler busca trazer aos leitores uma ideia diferente de tomadas de decisão, mostrando como a análise econômica comportamental abre novas formas de olharmos desde para questões envolvendo vida doméstica até para como criar negócios mais alternativos (como Uber).

Prêmio Nobel de Economia livros Richard Thaler

E já que estamos falando de Finanças Comportamental, vamos entender um pouco melhor o que diz a teoria de Richard Thaler que conquistou o Prêmio Nobel de Economia 2017.

Sobre a Teoria da Economia Comportamental: o Prêmio Nobel de Richard Thaler

Richard Thaler foi agraciado com o Nobel de Economia por fazer a integração entre economia e psicologia. Sendo mais específica, seu trabalho busca explicar como nossas tomadas de decisão podem ser melhoradas quando o assunto é alocação de ativos, oportunidades de investimento, visão do mercado financeiro e planos para aposentadoria. Para isso, Thaler realizou uma pesquisa cujo objetivo era o de entender os erros mais comuns cometidos pelos indivíduos para, a partir daí, aplicar um modelo que reflete a maneira como as pessoas agem mais empiricamente.

O vencedor do Prêmio Nobel 2017 explorou as consequências da racionalidade limitada, das preferências sociais e da falta de autocontrole. Com base nos resultados, ele conseguiu mostrar como esses traços humanos afetam tanto as decisões individuais, bem como os resultados do mercado.

Para entender melhor cada um dos traços:

Racionalidade Limitada

Richard Thaler racionalidade limitadaO economista Richard Thaler aborda a Racionalidade Limitada a partir da Teoria da Contabilidade Mental. Desenvolvida por ele, a teoria explica como as pessoas simplificam as tomadas de decisão financeiras. Segundo Thaler, ao invés de focar no efeito geral de cada decisão, os indivíduos criam contas separadas em suas mentes, focando no impacto isolado de cada decisão.

O ganhador do Prêmio Nobel mostrou também como a aversão às perdas explica por que um mesmo item é muito mais valorizado por uma pessoa quando ela o possui, do que quando ela não é proprietária. Ou seja, com o conceito de perda sendo mais negativo do que o de ganho, temos a explicação do motivo que faz um proprietário de um imóvel ficar anos para vender o bem porque trava nas negociações, por exemplo.

Preferências Sociais

O Nobel de Economia 2017 abordou também como as preocupações dos consumidores podem impedir as empresas de aumentar os preços em períodos de alta demanda, mas não em tempos de custos crescentes.

Falta de autocontrole

Sabe as famosas resoluções de ano novo? Richard Thaler mostrou que de uma maneira geral os indivíduos acabam caindo na cilada de sucumbir às tentações em curto prazo, ou seja, deixando de lado suas resoluções e afetando planos como aposentadoria ou escolhas de estilo de vida mais saudáveis.

Isso acontece porque, de acordo com o economista, nossa mente possui a tendência de acreditar que a depreciação é maior conforme maior for o intervalo de tempo. Em outras palavras: o mesmo valor daqui a 12 meses será percebido como menor (independente de que ele seja renda ou despesa).

Sendo assim, para o ganhador do Prêmio Nobel de Economia as pessoas tendem a ceder às tentações de curto prazo, o que significa que acabam sabotando objetivos de médio e longo prazo. É o lado irracional falando mais alto.

Outras contribuições do economista Richard Thaler

Richard Thaler dicasQuando a pergunta é “Quem é Richard Thaler” falamos de suas contribuições, que, conforme citado pela Academia Real Sueca de Ciências no anúncio de premiação do Prêmio Nobel, ligam as análises econômicas e psicológicas no processo de tomada de decisão individual.

Além dos 3 itens citados (Racionalidade Limitada, Preferências Sociais e Falta de Autocontrole), o economista bate na tecla de não cair em tentações de curto prazo. Para isso, uma dica que ele dá é, quando se tratar de investimentos ou aplicações financeiras, coloque tudo em débito automático. Ao fazer isso, o indivíduo não precisará raciocinar, todo mês, se aquela determinada quantia deve ser destinada para outro fim.

Outro ponto de atenção citado por Richard Thaler é com relação aos valores das mercadorias. De acordo com ele, como consumidores nossas atenções se atraem para percentuais de preços. Um exemplo disso é ao vermos um produto em promoção. Para o economista, no lugar de agirmos por impulso e comprarmos algo devido ao seu percentual de desconto, a pergunta que devemos fazer é: esse produto está mesmo com o preço melhor do que o da loja concorrente que não o colocou em promoção?

Ok, mas como aplicar os ensinamentos do ganhador do Prêmio Nobel nas empresas?

Talvez uma das mais importantes questões abordadas pelo vencedor do Prêmio Nobel e que devemos considerar seja o impacto das decisões no orçamento. Richard Thaler trabalha com Economia Comportamental, estudando indivíduos e suas reações. Se pensarmos que qualquer empresa é um organismo gerenciado por pessoas, podemos entender que muitas tomadas de decisão envolvem comportamentos de quem está por trás.

Sabemos que ao tomar uma decisão controllers baseiam-se em dados confiáveis (como KPIs) e deixam de lado qualquer irracionalidade. No entanto, entendemos que o mundo não é perfeito  e que ainda nos deparamos com tomadas de decisão não tão pensadas e analisadas como deveriam.

Lembra da Racionalidade Limitada? Pois bem, Richard Thaler descobriu que quando falamos em orçamento a tendência é dividirmos as quantias monetárias para usos específicos (no caso de uma empresa: pagamento de aluguel, energia, água, folha de pagamento etc). Como mencionamos neste artigo, isso faz com que nos foquemos mais no impacto das decisões individuais do que no impacto geral que cada despesa tem no orçamento.

Como profissional da área de planejamento e controladoria você entende muito bem que o orçamento deve ser visto como um todo e que uma simples tomada de decisão afetará todo o planejamento orçamentário (positiva ou negativamente). Assim como Thaler, você sabe que é preciso ter racionalidade quando o assunto diz respeito ao caixa da sua empresa, por isso, planejar-se adequadamente é fundamental.

Somente com um planejamento orçamentário adequado, e com o devido controle, é que você conseguirá ter a visão do todo, ou seja, o plano anual para o orçamento de sua empresa apresentará quanto é estimado para Receitas, Custos, Despesas e Investimentos para aquele exercício. Para que você compreenda ainda mais o poder do Orçamento Empresarial e entenda como ele está ligado à visão de totalidade a que Thaler se refere, o convidamos a assistir ao nosso webinar Orçamento Empresarial na prática. Para acessá-lo, é só clicar no banner:

Webinar Orçamento Empresarial na Prática

Para você entender melhor, o webinar está dividido em 06 partes:

Concluindo (com dicas)

Como é de se esperar, quem recebe o Prêmio Nobel de Economia com certeza tem muito a ensinar a todos nós. Richard Thaler é um dos grandes nomes da Economia Comportamental e mostra como somos irracionais em tomadas de decisão que envolvem nosso bolso.

Como procuramos apresentar aqui, se pensarmos que empresas são gerenciadas por pessoas, podemos muito bem aplicar os ensinamentos de Thaler e compreender ainda mais a necessidade de enxergarmos o orçamento empresarial como um todo, da maneira que deve ser. Exatamente por isso que toda organização deve ter seu orçamento empresarial muito bem elaborado. Isso ajudará a evitar as armadilhas que qualquer negócio enfrenta pelo caminho, bem como apoiará gestores em tomadas de decisão de investimento.

Falando ainda sobre o ganhador do Prêmio Nobel de Economia 2017, vimos que ele também ultrapassou obstáculos durante sua carreira. Caso você esteja em um momento profissional não tão bom, não desanime. Temos alguns artigos que podem te ajudar a manter-se focado em sua busca:

E se você precisar de uma ajudinha extra, temos ainda um Modelo de Currículo para o Profissional de Controladoria. Para acessá-lo, é só clicar na figura abaixo:

Modelo Currículo Profissional de Controladoria

Ah, e se você está curioso para saber como Richard Thaler gastará o dinheiro que recebeu pelo Prêmio Nobel de Economia, não tem mistério. De acordo com ele, o valor de US$ 1,1 milhão será gasto irracionalmente (ninguém é de ferro).

Esperamos que conhecer mais sobre Richard Thaler tenha sido útil a você. Deixe um comentário contando o que achou e compartilhe conosco qualquer outro conhecimento que possa contribuir com o tema. Fique à vontade também para compartilhar este post com seus colegas.

Toda semana publicamos aqui artigos relacionados a planejamento, orçamento e acompanhamento econômico-financeiro. Também publicamos mensalmente materiais gratuitos para download como modelos de planilhas, white papers e e-books.

Portanto, se você ainda não é assinante de nosso newsletter, cadastre-se para receber este e outros artigos por e-mail, ou nos adicione nas redes sociais para ficar por dentro de tudo que acontece por aqui.


Também publicado em Medium.

Home Fóruns Conheça o vencedor do Prêmio Nobel de Economia 2017: o que Richard Thaler e a Economia Comportamental ensinam às empresas

Este tópico contém resposta, possui 1 voz e foi atualizado pela última vez por  Renata Freitas de Camargo 1 ano, 10 meses atrás.

Conheça o vencedor do Prêmio Nobel de Economia 2017: o que Richard Thaler e a Economia Comportamental ensinam às empresas

Você deve fazer login para responder a este tópico.