Alavancagem Financeira e Operacional: crescer com capital de bancos e investidores é uma boa opção?

Publicado dia 28 de julho de 2017

Alavancagem Financeira e OperacionalPara começar o texto, queremos fazer um convite. Que tal uma viagem rápida ao Egito? Isso mesmo, uma jornada para a terra das Pirâmides (Quéops, Quéfren e Miquerinos, como aprendemos nas aulas de história, está lembrado?).

São diversas as hipóteses para responder a clássica “como os egípcios construíram as pirâmides, com blocos de pedra calcária que pesavam cerca de 2,5 toneladas?”. Um grupo de pesquisadores acredita que as pedras eram roladas, puxadas por uma espécie de trenó e posicionadas com a ajuda de alavancas.

A teoria é plausível, já que alavancas multiplicam a força exercida em outro objeto. Alavancas ampliam a força humana (se você já precisou trocar o pneu do seu carro, conhece o poder de uma alavanca). A conta é simples: utilização de alavanca = aplicação de força. Traduzindo: um esforço pequeno para um resultado maior.

Em termos financeiros, ao falarmos em alavancagem estamos falando de utilização de recursos, instrumentos e oportunidades externas com o objetivo de multiplicar um resultado. Novamente, um esforço relativamente pequeno para buscar ganhos ampliados (seria o mesmo que comparar o esforço para elaborar um orçamento empresarial e os ganhos obtidos em médio e longo prazo).

Guia Prático do Orçamento Empresarial

Existem dois tipos de alavancagem que você deve ter em mente: Alavancagem Operacional e Alavancagem Financeira. E é exatamente sobre essas duas alavancas empresariais que falaremos neste artigo. Por isso, se você ainda está se imaginando de frente para as pirâmides não tem problema. Puxe uma cadeira e acompanhe mais um super artigo.

O que é Alavancagem?

Para você entender melhor, vamos a um exemplo. Suponha que a sua empresa esteja crescendo significativamente (torcemos para isso ser verdade): muitas vendas, produção a todo vapor, equipe aumentando. Até que você, controller da empresa, verifica pelo Fluxo de Caixa que o dinheiro do capital próprio para sustentar esse crescimento está acabando, e você sabe que para crescer é necessário colocar dinheiro na máquina.

Parar de crescer não é uma opção, mas captar recursos externos é! Por isso muitas empresas optam por recorrer a capital de terceiros, no qual a empresa passa a utilizar dinheiro emprestado de outras fontes, sejam elas bancos ou investidores, para conseguir tocar suas atividades normalmente e continuar expandindo.

Em linhas gerais, alavancagem é a estratégia de utilizar vários instrumentos financeiros ou capital de terceiros para aumentar o retorno potencial de um investimento. A alavancagem também pode referir-se ao montante da dívida utilizada para financiar ativos. Ou, ainda, está relacionada com a operação de volumes financeiros maiores que o próprio patrimônio da empresa. Na prática, quando uma empresa está alavancando ela está multiplicando a sua capacidade de realizar alguma atividade que antes não poderia, se utilizasse somente o capital próprio.

No início do artigo falamos que a alavanca utiliza o princípio de um pequeno esforço para um resultado maior. Fazendo uma analogia, dizemos que alavancagem é a operação de grandes volumes com uma fração de recursos.

O que é Alavancagem?

Na esfera dos negócios, a Alavancagem Operacional e Financeira busca destacar a importância dos recursos de terceiros em toda a estrutura de capital da organização. Em outras palavras, alavancagem refere-se à dívida ou a empréstimos de fundos para financiar a compra de ativos de uma empresa e, consequentemente, aumentar o lucro.

Alavancagem tem a ver com criar valor para os sócios da empresa. Isso porque trata-se da capacidade da organização em utilizar recursos ou ativos externos, a um custo fixo, com o objetivo de maximizar a lucratividade dos sócios.

Exemplos de fontes de recursos financeiros para sua empresa alavancar incluem:

  • Empréstimos;
  • Financiamentos;
  • Aluguel; e
  • Derivativos.

Falamos que a alavancagem tem a ver com realizar um esforço relativamente pequeno para buscar ganhos ampliados. Pense no empréstimo, que é um instrumento que pode gerar um grande resultado em termos financeiros a partir de um custo relativamente pequeno (aplicação de uma pequena força). Todavia, se a alavancagem busca potencializar ganhos existe o risco de que ocorra o oposto: ou seja, perdas sejam potencializadas.

Isso porque ao realizar uma operação alavancada está sendo movimentada uma quantia maior do que a que está sendo investida. O que isso significa? Bom, se a operação der certo, é o mesmo que dizer que o retorno conseguido foi maior do que uma operação sem alavancagem. Caso contrário, ou seja, se der errado, significa que a perda será maior do que o prejuízo que o investidor teria se não usasse a alavancagem (não fizesse um financiamento, por exemplo).

Quando o assunto é maximização dos lucros, temos dois tipos de alavancagem, as quais veremos detalhadamente:

  • Alavancagem Financeira
  • Alavancagem Operacional

O que é Alavancagem Financeira?

A Alavancagem Financeira refere-se ao montante da dívida na estrutura de capital da empresa para que sejam comprados mais ativos. Ou seja, é o nível de endividamento utilizado para a maximização do retorno do capital investido.

O que é Alavancagem FinanceiraA alavancagem é empregada para evitar que as operações sejam financiadas com o patrimônio da empresa. Você já ouviu dizer que a empresa X tem muita alavancagem financeira? Pois bem, isso significa que ela recorre a muito endividamento externo para financiar os ativos. Por esse motivo é que o rácio de endividamento é o principal indicador de alavancagem financeira.

Observe que uma quantidade excessiva de alavancagem financeira significa aumento de dívidas e, por consequência, o risco de perda torna-se elevado, já que fica cada vez mais difícil quitar as dívidas, mas esse é um bate-papo para os próximos tópicos.

Resumindo, a Alavancagem Financeira baseia-se na captação de recursos de terceiros (basicamente, empréstimos, debêntures, ações preferenciais, entre outros) para financiar investimentos, o que pode constituir em aumento na produção, nas vendas e nos lucros. Sua importância está na relação que deve existir entre o lucro antes dos juros e do imposto de renda (LAJIR ou EBIT) e o lucro por ação (LPA), ou seja, deve-se maximizar os efeitos da variação  do LAJIR sobre os lucros por ação dos proprietários de uma empresa.

A alavancagem financeira é uma abordagem especialmente arriscada em um negócio cíclico uma vez que as vendas e os lucros são mais propensos a flutuar consideravelmente. Por outro lado, esta pode ser uma alternativa aceitável quando uma empresa está localizada em uma indústria com níveis de receita estáveis e grandes reservas de caixa, uma vez que as condições de operação são suficientemente estáveis ​​para suportar uma grande alavancagem com pouca desvantagem.

Normalmente, existe uma limitação natural sobre a quantidade de alavancagem financeira, uma vez que credores são menos propensos a encaminhar fundos adicionais para um mutuário que já está com uma grande quantidade de dívida. Resumindo, a alavancagem financeira pode trazer retornos para os acionistas, mas também pode apresentar o risco de falência se o caixa ficar no vermelho e for impossível recuperá-lo. E para evitar essa última, é necessário mensurar o Grau de Alavancagem Financeira com frequência e monitorá-lo.

Como calcular o Grau de Alavancagem Financeira (GAF)?

O Grau de Alavancagem Financeira, ou simplesmente GAF, evidencia quais os efeitos das variações ocorridas no Lucro Antes dos Juros e do Imposto de Renda que refletem no Lucro Líquido. As relações são as seguintes:

  • Quanto maior for o GAF da organização, maior será o endividamento e o risco financeiro.
  • Se a alavancagem financeira de uma empresa for maior com relação ao seu endividamento, maior será o seu índice de alavancagem. Sendo assim, para que uma empresa obtenha maiores ganhos ela terá que correr maiores riscos.

Calcular Grau de Alavancagem Financeira GAFSomente haverá alavancagem financeira se, dentro da estrutura de capital de uma empresa, existir a presença de capital de terceiros que exigem uma remuneração que pode ser chamada de juros. Para encontrar o GAF, é preciso analisar a Demonstração do Resultado de Exercício e encontrar as seguintes informações:

  • LAJIR = Lucro antes dos juros e imposto de renda
  • LAIR = Lucro antes do imposto de renda

LAIR = LAJIR – JUROS

Para exemplificar, vamos supor uma empresa cujo LAJIR seja R$ 30.000,00 e que possua despesas financeiras (juros) no valor de R$ 10.000,00. Calculando o LAIR, temos que:

LAIR = LAJIR – JUROS
LAIR =  30.000,00 – 10.000,00
LAIR = 20.000,00

Para encontrar o Grau de Alavancagem Financeira dividimos o LAJIR pelo LAIR:

GAF = LAJIR ÷ LAIR
GAF = 30.000,00 ÷ 20.000,00
GAF = 1,5

Esse grau de alavancagem financeira somente existe devido a presença da remuneração do capital de terceiros na estrutura de capital da empresa, ou seja, um capital que dá origem ao pagamento de juros.

Como você pode ver, o GAF é expresso em índice. Sendo que:

  • GAF = 1: alavancagem financeira é nula.
  • GAF > 1: alavancagem financeira favorável; o capital de terceiros está contribuindo para gerar retorno adicional a favor do acionista.
  • GAF < 1: alavancagem financeira desfavorável; o capital de terceiros está consumindo o patrimônio líquido.

Entendemos que a existência do capital de terceiros (também chamado de passivo oneroso na estrutura de capital da empresa) resulta na alavancagem financeira, certo? Todavia, especialmente você, como controller, deve lembrar que ela só será favorável caso a organização tenha um retorno de suas atividades operacionais (mensurado pelo Retorno sobre o Investimento (ROI) maior do que o custo de contratação do capital de terceiros.  

O que é Alavancagem Operacional?

A Alavancagem Operacional é medida pela proporção dos custos fixos em relação aos custos variáveis. Para produtos com alta alavancagem operacional, pequenas alterações no volume de vendas resultarão em grandes mudanças nos lucros. Ela é determinada em função da relação existente entre as Receitas Operacionais e o LAJIR.

Os custos operacionais das empresas permanecem inalterados em determinados intervalos de produção e venda, sendo que quanto menos se produz mais se sente o peso dos custos fixos. Para você entender melhor: empresas buscam Alavancagem Operacional quando captam financiamentos para aumentar a produção sem aumentar os custos fixos.

Além disso, quando os custos fixos precisam ser cobertos pela ampliação da produção e das receitas provenientes das vendas, dizemos que a empresa procura obter alavancagem operacional. Na maioria dos casos, projetos de alavancagem visam a aquisição de ativos imobilizados que aumentem o volume produzido e resulte em receitas mais do que suficientes para cobrir todos os custos fixos e variáveis.

Como estamos falando de custos, sabemos que existe muita confusão entre Custos e Despesas. Para acabar de vez com suas dúvidas, acesse este artigo. E para você melhor como fazer o registro de gastos, custos e despesas, disponibilizamos um modelo de planilha. Você pode baixá-la gratuitamente clicando na imagem:

Modelo de Demonstrativo de Gastos, Custos e Despesas

E agora, vamos colocar a mão na massa.

Como calcular o Grau de Alavancagem Operacional (GAO)

O conceito de Grau de Alavancagem Operacional (GAO) é muito utilizado em: finanças, contabilidade gerencial e em análise das demonstrações contábeis. O GAO possui dois significados:

  • Mede a variação no lucro em razão de uma variação nas vendas. Desse modo, se o lucro aumentou 20% para um aumento de 10% nas vendas, dizemos que a alavancagem operacional é de 2.
  • Mede a distância que a empresa está do Ponto de Equilíbrio. De um modo geral, quanto maior o GAO, mais perto a empresa encontra-se do Ponto de Equilíbrio. Por isso é comum dizermos que o GAO é uma medida de risco operacional.

Calcular Grau de Alavancagem Operacional GAOOutro conceito utilizado com o Grau de Alavancagem Operacional é o de Margem de Contribuição, que esclarecemos neste artigo. Dizemos que quanto maiores forem os Custos Fixos em comparação à Margem de Contribuição, maior será o Grau de Alavancagem Operacional. Por outro lado, quanto maior o Grau de Alavancagem Operacional, mais sensível ficará o Resultado Operacional se houver qualquer variação na Receita Bruta (seja para mais ou para menos).

Para calcular o GAO temos a fórmula:

GAO = Variação Percentual no Lucro Operacional (Resultado) / Variação Percentual nas Vendas

Os tipos de Alavancagem Operacional podem ser:

  • Grau de alavancagem negativa: quando um aumento na receita bruta provoca uma queda no resultado operacional. Isso pode ocorrer em situações como: a margem de contribuição é negativa ou o crescimento da receita bruta é acompanhado pelo aumento das despesas fixas.
  • Grau de alavancagem modesta: registrado quando a empresa opera no prejuízo e seus custos fixos estão acima do dobro da margem de contribuição. Nesse caso, um aumento na receita bruta colabora para diminuir o prejuízo, mas em uma percentagem menor.
  • Grau de alavancagem em equilíbrio: ocorre quando a empresa opera no prejuízo e seus custos fixos são exatamente o dobro da margem de contribuição. Nesses casos, um aumento na receita bruta colabora para diminuir o prejuízo, na mesma proporção.
  • Grau de alavancagem operacional: é o que ocorre na maioria dos casos, ou seja, um aumento ou uma diminuição da receita bruta gera um aumento ou uma diminuição do resultado operacional num percentual sempre maior.

A soma do Grau de alavancagem operacional com a financeira se chama Alavancagem total.E já que falamos tanto em Margem de Contribuição, se você deseja conhecer o Ganho Bruto na prática, oferecemos uma planilha modelo para download, totalmente gratuita. Você pode fazer o download clicando na imagem:

Modelo para cálculo de Margem de Contribuição e Lucratividade

Resumindo: principais diferenças entre Alavancagem Operacional e Financeira

As principais diferenças entre Alavancagem Operacional e Financeira são:

  • A utilização de custo fixo nas operações da empresa é conhecida como Alavancagem Operacional. A utilização de encargos financeiros fixos que cobrem fundos na estrutura de capital de uma empresa é conhecida como Alavancagem Financeira.
  • A Alavancagem Operacional cria risco comercial, enquanto a Alavancagem Financeira é o motivo do risco financeiro.
  • A Alavancagem Operacional mede o efeito dos custos operacionais fixos, enquanto a Alavancagem Financeira mede o efeito das despesas com juros.
  • A Alavancagem Operacional surge devido à estrutura de custos da empresa. Por outro lado, a estrutura de capital da empresa é responsável pela Alavancagem Financeira.
  • A Alavancagem Operacional influencia as vendas e o EBIT (LAJIR), mas a alavancagem financeira afeta tanto LAJIR quanto o LAR (Lucro por ação).

Mas e agora? Alavancar-se ou não?

Alavancagem Financeira Alavancagem OperacionalDizemos várias vezes no texto o quanto a alavancagem pode ser decisiva no processo de crescimento e expansão dos seus negócios. Mas como nem tudo são flores, o lado negativo é o aumento do custo de produção. Por isso, profissionais da área de planejamento e controladoria devem se atentar para o fato de que quanto mais dívidas uma empresa tiver mais frágil será sua estrutura financeira. Isso é fácil de entender, já que, por causa das dívidas, seus compromissos de pagamentos de juros são fixos independentemente do lucro operacional. Desse modo, caso haja retração de mercado e as vendas caiam, o montante de juros se manterá como era antes de as vendas diminuírem.

O cuidado deve ser redobrado, pois quanto maior for o comprometimento dos lucros da empresa com custos financeiros fixos (os juros das dívidas) maior é o perigo de a organização não conseguir efetuar esses pagamentos. O resultado, você sabe: uma bola de neve que aumenta cada vez mais, até levar o negócio à falência. Além disso, pode significar o afastamento de possíveis investidores.

Outro ponto de atenção no que diz respeito à alavancagem financeira é o período que a empresa e o mercado se encontram. Isso porque a alavancagem pode ser benéfica numa fase cíclica de expansão, ou prejudicial numa fase cíclica de contração. O profissional de controladoria, que analisa constantemente os indicadores de desempenho, realiza análise de cenários e controla o orçamento empresarial é quem está apto a verificar a viabilidade da alavancagem financeira.

Outro papel do controller com relação às dívidas decorridas da alavancagem financeira é por meio do controle interno. Para isso, é primordial que o orçamento empresarial seja monitorado. Com um controle interno adequado é possível utilizar procedimentos para gerenciar o fluxo de caixa e evitar que despesas sejam maiores que receitas. Isso impedirá que a empresa se afunde em dívidas.

Caso você queira saber mais sobre Controle Interno, recomendamos  leitura do artigo O que um sistema de controle interno pode fazer pela sua empresa? Tudo sobre vantagens, princípios e Metodologia Coso.

Sobre a Alavancagem Operacional, medida pela proporção dos custos fixos em relação aos custos variáveis, é preciso atentar-se para os produtos com alta e baixa alavancagem operacional. Sendo que:

  • Alta Alavancagem Operacional (altos custos fixos e baixos custos variáveis) significa que pequenas alterações no volume de vendas resultarão em grandes mudanças nos lucros.
  • Baixa Alavancagem Operacional (baixos custos fixos e altos custos variáveis) significa que as mudanças no volume de vendas não resultarão em grandes mudanças nos lucros.

O controller pode apoiar na análise do GAO, já que reflete no comprometimento da empresa em relação ao seu nível de produção e, consequentemente, na lucratividade. Desse modo, assim como para a Alavancagem Financeira, é importante ter um eficiente controle interno no que diz respeito à avaliação do Índice de Alavancagem Operacional, já que isso apoiará a tomada de decisão relacionada à produção da empresa.

Por fim, não há dúvidas de que quanto mais a organização utiliza a alavancagem operacional e financeira, mais ela pode ganhar em escala e aumentar os lucros. Todavia, é importante ter em mente que grandes níveis de alavancagem são iguais ao aumento no risco.

Concluindo

No início deste artigo fizemos uma viagem ao Egito. Se você visualizar as pirâmides, vai lembrar que cada um daqueles blocos pode ter sido colocado com a ajuda de um mecanismo com uma alavanca (alavancagem). Em linhas gerais, alavancagem significa uma maneira de gerar mais resultados fazendo um esforço menor.

Alavancagem Financeira e Alavancagem Operacional

Na gestão financeira, a alavancagem não é muito diferente, e podemos dizer que se trata de uma mudança em um elemento que resultará mudança na lucratividade (mais resultados com menos esforços). Neste artigo falamos especificamente de Alavancagem Financeira e Alavancagem Operacional e, para encerrar o post (e nossa viagem ao Egito), lembre-se que:

  • A Alavancagem Operacional mede o efeito do custo fixo,
  • A Alavancagem Financeira avalia o efeito das despesas com juros.

Esperamos que este artigo tenha sido útil a você. Deixe um comentário contando o que achou e compartilhe conosco qualquer outro conhecimento que possa contribuir com o tema. Fique à vontade também para compartilhar este post com seus colegas.

Como você já sabe, toda semana publicamos aqui artigos relacionados a planejamento, orçamento e acompanhamento econômico-financeiro. Também publicamos mensalmente materiais gratuitos para download como modelos de planilhas, white papers e e-books.

Portanto, se você ainda não é assinante de nosso newsletter, cadastre-se para receber este e outros artigos por e-mail, ou nos adicione nas redes sociais para ficar por dentro de tudo que acontece por aqui.


Também publicado em Medium.

6 comentários
  1. Excelente conteúdo! Explicação simples e agradável. Parabéns e muito obrigada!

  2. O artigo é bom e bastante didático.

  3. Muito obrigado e parabéns pela copiosa e brilhante aula!

  4. Estou estudando para a prova da Petrobras de Engenheiro de Produção e este artigo tirou todas minhas dúvidas sobre alavancagem operacional e financeira. Muito Obrigado!

  5. Muito obrigado por compartilhar seu conhecimento !!!

Deixe um comentário

Você precisa estar logado para postar um comentário. Clique aqui para fazer o login