Mapas Estratégicos e a relação com o planejamento estratégico e o orçamento empresarial

Publicado dia 22 de janeiro de 2017

Mapas estratégicos e planejamento empresarialVocê acabou de tirar seu carro da garagem. Hoje é dia de evento da empresa e você, responsável pela música, está com seu aparelho no banco de trás. Como seu portão é manual, você teve que sair do carro para fechá-lo.

Tarefa cumprida, você coloca o cinto e está pronto para engatar a primeira quando lembra de um detalhe importante: não faz ideia de onde seja o evento. Sem saber para onde ir você desliga o carro e fica ali, esperando. Certo?

Errado. Você sabe que se ficar esperando o evento ficará sem música e você, sem o evento. Para resolver isso, você pega o celular, liga para alguém que passa todas as informações. Vinte minutos depois você está no lugar certo.

Agora mude um pouco o cenário e imagine uma empresa de 200 funcionários que não sabem para onde ir depois de engatarem a primeira. Eles sabem quais são suas funções, mas não têm objetivos, nem metas e muito menos sabem onde a empresa quer chegar daqui a 3 anos.

Toda manhã esses funcionários vão trabalhar, durante o dia executam as atividades de sempre e, quando dá o horário, vão embora sem saber exatamente se são importantes para o negócio.

É isso o que acontece com uma empresa sem planejamento estratégico. Todos parecem remar, remar, remar e não sair do lugar. E não basta ter um bom planejamento, apenas. É preciso fazer com que toda a estratégia chegue de maneira clara aos seus principais ativos, os responsáveis por fazer acontecer: seus colaboradores.

Para cumprir essa função, existem os Mapas Estratégicos. Vamos então entender um pouco mais sobre eles?

O que são Mapas Estratégicos?

Desde a Antiguidade, mapas são usados para guiar a humanidade. Graças a eles, tivemos as grandes descobertas marítimas. Mas deixando as aulas de história de lado, vamos pensar no ambiente empresarial.

O que são mapas estratégicosMapas Estratégicos são ferramentas que permitem aos colaboradores terem uma visão clara de como suas funções estão ligadas aos objetivos da organização. Isso possibilita que todas as equipes trabalhem de maneira coordenada e colaborativa em direção a uma mesma linha de chegada.

Sabe a frase “uma imagem vale mais que mil palavras”? Pois bem, o Mapa Estratégico é a representação visual do planejamento estratégico da empresa. Podemos dizer que ele faz uma tradução, por meio de uma imagem – da missão, visão e estratégia – juntamente com os objetivos que direcionarão todo o comportamento da organização.

Por que Mapas Estratégicos são importantes?

“Imagine que você é um general conduzindo suas tropas para território estrangeiro. Evidentemente, você precisaria de mapas detalhados, mostrando a importância das cidades e dos vilarejos, da paisagem circundante, das principais estruturas – como pontes e túneis -, e das estradas e rodovias que atravessam a região. Sem essas informações, você não seria capaz de comunicar sua estratégia de campanha a seus oficiais de campo e ao resto de suas tropas”.

importância dos Mapas EstratégicosEssa história, contada por nada mais nada menos que pelos criadores do Balanced ScorecardRobert S. Kaplan e David P. Norton – resume a importância dos Mapas Estratégicos para as empresas.

Ao invés de um general você é um líder em uma organização. Você e uma equipe reuniram-se para implementar novas estratégias de negócio. Suponha que – assim como o general que não comunica suas estratégias para seus soldados – você apresenta descrições superficiais para seus empregados sobre as novas estratégias.

Eles não conseguem entender direito o que devem fazer e quais exatamente serão seus papéis nessa mudança. Tempos depois, você e a equipe de líderes voltam a se reunir e percebem que toda aquela estratégia não foi executada com êxito.

E isso dá para entender, afinal, como fazer as pessoas se comprometerem com algo que elas não entendem direito? Justamente para evitar que isso aconteça é que existem os Mapas Estratégicos, os quais apresentam diversas vantagens.

06 Benefícios dos Mapas Estratégicos para as organizações

#01 – Apresentam uma representação visual clara, simples e fácil de entender. Não sei se com você é igual, mas nós achamos que é muito mais fácil de lembrar e de compreender algo colocado de uma maneira mais atraente – por meio de uma imagem – do que algo escrito em um caderno ou de informações puramente textuais enviadas por email.

#02 – Unificam todos os objetivos em uma única estratégia. Muitas vezes, as organizações têm ideias vagas sobre a estratégia da empresa. Colocando todos esses conceitos num Mapa Estratégico, os membros de cada equipe conseguirão interpretar melhor e direcionar seus esforços a fim de atingir o objetivo da organização.

#03 – Fazem com que colaboradores trabalhem com um mesmo objetivo em mente. Com Mapas Estratégicos a estratégia organizacional é de conhecimento de todos, não apenas da liderança. Desse modo, todos se sentem parte da empresa.

#04 – Ajudam na identificação de objetivos chave. Quando existe a decisão de criar um Mapa Estratégico, pensa-se em metas principais, que se desdobrarão em secundárias.

#05 – Permitem um melhor entendimento de quais fatores estratégicos precisam ser trabalhados. Quando todos os objetivos estão expostos de maneira clara, é mais fácil perceber e avaliar aqueles que precisam de melhorias.

Perspectiva Balanced Scoredcard BSC#06 – Ajudam a mostrar como os objetivos se relacionam. Mapas Estratégicos abordam quatro perspectivas:

  • Financeira
  • Clientes
  • Processos Internos
  • Aprendizado e Crescimento

Ao olhar para cada uma delas, é possível ver quais objetivos são mais críticos e quanto o sucesso ou falha de cada objetivo pode mudar toda a estratégia.

E já que falamos em perspectivas dos Mapas Estratégicos, queremos deixar uma dica. No artigo Como as diferentes Perspectivas do BSC (Balanced Scorecard) podem ajudar a enxergar sua empresa de uma forma diferente! abordamos detalhadamente cada uma dessas perspectivas.

Como criar um Mapa Estratégico na minha empresa?

Você está aí pensando com seus botões “por que não montei um Mapa Estratégico antes?”. Se o Mapa Estratégico é a tradução visual do planejamento estratégico da empresa, antes de começar a pensar no seu Mapa, responda à pergunta:

  • Como está o planejamento estratégico da sua empresa?

Esse é o momento de fazer uma bela revisão em pontos como: missão, visão, valores, objetivos estratégicos, objetivos táticos e, claro, orçamento empresarial.

Não importa se sua empresa é de pequeno ou médio porte. Como já falamos incontáveis vezes, planejamento estratégico é necessário para qualquer organização.

Entendido isso, vamos aos 6 pontos para criação de um Mapa Estratégico.

#01 – Determine um objetivo-chave

Não é à toa que esse é o primeiro e mais importante passo. Algumas linhas acima falamos que antes da elaboração do Mapa Estratégico era preciso olhar com carinho para o planejamento da sua empresa.

Pois bem, este primeiro passo liga o Mapa aos valores, missão e visão de uma organização. Aqui, a pergunta é: o que a empresa entende como objetivo primordial?

O primeiro item a aparecer no Mapa Estratégico, o objetivo-chave deve conter uma meta financeira e uma dimensão de tempo. Por exemplo: Aumentar o retorno sobre o capital empregado em 6% nos próximos 3 anos.

#02 – Defina as propostas de valor

As propostas de valor são 3:

  1. Excelência operacional (também conhecido por melhor custo total)
  2. Liderança de produto
  3. Relacionamento com cliente

Nesta etapa, a organização deve definir aquela que irá ajudá-la a atingir seu objetivo-chave. Por exemplo:

  • Uma empresa focada em Excelência Operacional poderá adotar a estratégia de aumentar a produtividade dos colaboradores para obter uma melhor imagem no mercado.
  • Uma empresa focada em Liderança de Produto poderá adotar a estratégia de desenvolver produtos com atributos e características voltados às necessidades de seus clientes.
  • Uma empresa focada em Relacionamento com o Cliente poderá adotar a estratégia de melhorar seus  canais de relacionamento.

#03 – Defina as Estratégias Financeiras

Mapas Estratégicos Estratégias FinanceirasEm uma empresa, nada anda sem finanças e orçamentos estarem em dia e alinhados com sua estratégia. Por isso, aqui é hora de pensar nas Estratégias Financeiras:

  • Crescimento da receita
  • Produtividade
  • Utilização de recursos

Todas as organizações devem prestar atenção a essas três estratégias. No entanto, a escolha da proposição de valor feita no passo #02 irá interferir qual das três estratégias financeiras será a mais dominante e que, portanto, será dispendido mais esforço.

Uma empresa cuja proposta de valor é a excelência operacional dará mais ênfase na estratégia de utilização de recursos (o foco, conforme mostrado no item anterior, era a produtividade).

#04 – Defina as estratégias relacionadas aos clientes

Após o estabelecimento de estratégias financeiras, a empresa deve definir suas estratégias com os clientes. Podemos separá-las em 3 categorias:

  • Retenção e aquisição de clientes
  • Aumento da receita por cliente
  • Redução de custo por cliente

Mais uma vez, esta etapa deve estar relacionada com a #02. Se a empresa tem a excelência operacional como proposta de valor, por exemplo, poderá aqui adotar a estratégia de utilizar preços competitivos para reter e ampliar a carteira de clientes, além de aumentar a receita por cliente.

#05 – Adoção de Estratégias Internas

As estratégias internas têm a ver com escolher e executar os processos empresariais certos para que as estratégias financeiras e às relacionadas com os clientes possam ser desempenhadas.

Vamos continuar a imaginar que a proposta de valor da sua empresa seja a de excelência operacional, com ênfase nos recursos e adoção de preços competitivos. Neste caso, sua maior prioridade nesta etapa será em como andam seus processos internos, eliminando aquelas atividades que não agregam valor e que acabam trancando ou engessando o andamento de determinadas atividades.

#06 – Planejamento de estratégias para aprendizado e crescimento

Após o estabelecimento de estratégias financeiras e de clientes, e após o desenvolvimento de um plano de execução, a empresa poderá notar certas lacunas no conhecimento e habilidades necessárias para executar a estratégia escolhida.

Portanto, neste passo final, as empresas desenvolvem as estratégias para aprendizagem e crescimento adequadas. São 3 as áreas principais aqui:

  • Capital humano: valor econômico de uma organização. Quando bem gerenciado, o capital humano torna-se comprometido. Como está a motivação do capital humano? Quais são suas habilidades? Quais competências precisam desenvolver? Será necessário um treinamento adicional?
  • Capital de informação: como a organização utiliza seus sistemas de informação, banco de dados, redes, manuais, arquivos e infraestrutura para ganhar vantagem competitiva e executar a estratégia?
  • Capital organizacional: capacidade da empresa de conectar metas de funcionários com metas corporativas. Liderança, trabalho em equipe e comunicação são ingredientes importantes no capital organizacional.

O importante a observar aqui é se Mapa Estratégico e Capital (humano, de informação e organizacional) estão alinhados. Não adianta ter um planejamento para desenvolver novos produtos se não há recursos suficientes para isso, ou se falta alguém com alguma competência específica, por exemplo.

Não esqueça do Orçamento Empresarial!

Os passos apresentados aqui servem para um início de reflexão sobre sua organização e a implementação de um Mapa Estratégico de sucesso. Comentamos que o Mapa Estratégico é a representação visual do planejamento estratégico. Continuando a fazer relações, dizemos que o orçamento empresarial é a tradução em números do planejamento estratégico.

Mapas Estratégicos e Orçamento empresarialNo planejamento estratégico você definiu a Visão, os Objetivos Estratégicos, os Objetivos Táticos e os Objetivos Operacionais. Em seguida, tudo isso foi transformado em números (por exemplo: no orçamento empresarial as metas de faturamento viraram Projeções de Vendas).

Está vendo como uma coisa liga à outra (Planejamento Estratégico, com Planejamento Orçamentário, com Mapa Estratégico)? Então, pense no seu Mapa Estratégico mas antes tenha certeza de que o planejamento e o orçamento estão bem traçados.

Caso sua empresa não tenha ainda um Orçamento Empresarial, não desanime! Temos um material completíssimo (e-book + webinar) para auxiliá-lo. Acesse gratuitamente e dê os primeiros passos. Aproveite também para ver as 7 dicas para melhorar seu Orçamento Empresarial.

Espera, mas quero exemplo de Mapa Estratégico!

Calma, aqui sempre procuramos uma solução para tudo. Citamos as quatro perspectivas de um Mapa Estratégico:

  • Financeira
  • Clientes
  • Processos Internos
  • Aprendizado e Crescimento

Neste link, onde disponibilizamos um artigo completíssimo de Balanced Scorecard (BSC), mostramos dois exemplos de Mapas Estratégicos. Não deixe de acessar!

Quase no fim…

Falamos aqui sobre a importância dos Mapas Estratégicos, que são como representações visuais do planejamento estratégico da empresa, o qual, por sua vez, está transformado em números no orçamento empresarial.

Para pensar em Mapa Estratégico, o ideal é começar com uma coisa de cada vez, ou seja, definição do planejamento estratégico e do orçamento empresarial. Isso porque os Mapas Estratégicos ajudam na identificação de objetivo-chave e permitem aos colaboradores terem uma visão clara de como suas funções estão ligadas os objetivos da organização.

E já que falamos sobre planejamento estratégico e orçamentário, não podemos esquecer dos papéis dos líderes na execução do Mapa Estratégico. O perfil de cada equipe deve ser compatível com os desafios propostos pela estratégia, portanto, é imprescindível que gestores e líderes prestem atenção nesse quesito.

Como funcionários são os principais ativos de uma organização, seus líderes devem saber quais competências e habilidades são fortes em suas equipes. Desse modo, será possível definir as estratégias corretas para executar com excelência o Mapa Estratégico.

Para fechar com chave de ouro: E-book Gratuito: Balanced Scorecard na Prática

E já que você está aqui, que tal aprimorar seu conhecimento no assunto deste artigo e entender mais sobre o Balanced Scorecard (BSC), que é a metodologia por trás dos Mapas Estratégicos?

O Balanced Scorecard (BSC) é uma metodologia simples de entender e colocar em prática, mas nem por isso é um tema “raso”. Os próprios criadores da metodologia (Kaplan e Norton) já lançaram vários livros sobre ela.

Então se você quer se aprofundar no assunto, aproveite para fazer o download do e-book gratuito que lançamos em parceria com a Syhus e Strategy Manager:

Balanced Scorecard na Prática

No e-book, além de abordar com bem mais detalhes as teorias básicas, você terá contato com exemplos, templates e principalmente com o que vemos em relação às melhores práticas de mercado no uso do BSC na gestão estratégica.

Bom proveito para você e sua empresa! E depois de baixar o material, não se esqueça de deixar um comentário contando o que achou e compartilhar com seus colegas utilizando os botões das redes sociais que ficam logo aqui abaixo, contando pra gente se sua empresa trabalha com Mapas Estratégicos e qual é sua visão do assunto. Caso você esteja pensando em implementar essa prática, que tal começar agora?


Também publicado em Medium.

Home Fóruns Mapas Estratégicos e a relação com o planejamento estratégico e o orçamento empresarial

Este tópico contém resposta, possui 1 voz e foi atualizado pela última vez por  Renata Freitas de Camargo 2 anos, 4 meses atrás.

Mapas Estratégicos e a relação com o planejamento estratégico e o orçamento empresarial

Você deve fazer login para responder a este tópico.