Como planejar e calcular a capacidade produtiva? Aumente a eficiência do seu negócio

Publicado dia 27 de fevereiro de 2018

Profissionais da indústrias especialmente envolvidos com o estoque estão acostumados a falar sobre a capacidade produtiva e sua relação com a demanda. Isso porque, uma demanda superior à capacidade de produção significará clientes não atendidos ou atendidos com atraso e que posteriormente vão fazer reclamações, diminuindo a credibilidade da sua empresa com os outros consumidores.

Por outro lado, com uma capacidade produtiva maior do que a demanda com toda certeza sua organização terá problemas com máquinas e trabalhadores ociosos, além de estoque parado. E isso, como você bem sabe, tampouco é bom para o negócio.

Portanto, via de regra, a capacidade de produção deve corresponder à demanda. Sobre a demanda já falamos nesse artigo aqui, então como calcular a capacidade produtiva? Essa é outras questões serão respondidas neste artigo. Confira!

Capacidade produtiva

A importância da capacidade produtiva

Entender qual é a capacidade de produção do seu negócio é meio caminho andado para estimar o desempenho financeiro.

Quando a empresa for criar a projeção de vendas para fazer o Orçamento Empresarial, vai precisar saber qual é sua capacidade produtiva. Imagine uma indústria que produz camisetas no valor de R$ 150,00 cada. Está no planejamento estratégico da empresa chegar a um faturamento de R$ 8.250.000,00 por mês. Para alcançar essa meta serão necessárias 55.000 camisetas fabricadas. Para saber se a indústria possui essa capacidade de produção, o controller conversou com o gerente de produção que informou que a sua capacidade produtiva era de 48.000 peças (logo mais mostraremos esse cálculo), ou seja, 88% da projeção de vendas.

Com base nesse exemplo a empresa possui algumas saídas: realizar o Orçamento de Investimentos para analisar a possibilidade de comprar mais máquinas para aumentar a capacidade produtiva (nesse caso é importante também projetar os custos com mão-de-obra para analisar se vale a pena), diminuir a projeção de vendas (isso nenhuma empresa quer), ou melhorar a eficiência do processo para aumentar a capacidade produtiva dos recursos existentes.

Além disso, o conhecimento da capacidade de produção será extremamente útil para definir uma linha de tempo de entrega de produto de modo que máquinas e colaboradores trabalhem constantemente ao mesmo tempo que mercadorias não fiquem paradas no estoque por muito tempo.

Aliás, falando em estocagem, a capacidade de produção deve também dar conta do giro de estoque, garantindo liquidez para o negócio.

Então, como planejar a capacidade produtiva?

Capacidade de produção

A capacidade de produção diz respeito ao número máximo de unidades de produção que uma organização é capaz de fazer com seus recursos disponíveis, tais como máquinas e mão-de-obra produtiva. Desse modo, ao realizar projeções financeiras para uma empresa deve-se garantir que ela terá capacidade e recursos de produção suficientes para fabricar os produtos necessários para alcançar a previsão de vendas e, por consequência, garantir os níveis de estoque necessários.

Portanto, para planejar a capacidade de fabricação é necessário estimar a demanda e as vendas. Importante destacar que existe uma diferença entre prever demanda e realizar a previsão de vendas, pois:

  • A Previsão de Demanda, por sua vez, depende bastante das condições econômicas e de consumo no mercado. Seu objetivo é o de determinar o interesse do consumidor por um produto em todo o mercado. Sem previsão de demanda, o negócio assume o risco de prosseguir e operar em um mercado que potencialmente não precisa de seu produto.
  • A Previsão de Vendas é uma projeção feita pela empresa para o montante de receitas que espera receber em um determinado período futuro. Ela é o início do planejamento empresarial, porque é a partir das vendas que são derivadas todas as demais projeções e simulações. Para elaborar planos empresariais a empresa precisa realizar a Projeção de Vendas.

Isso significa que o primeiro passo para realizar o planejamento da capacidade produtiva é definir qual será a demanda pelo seu produto, conforme explicamos anteriormente, se a capacidade produtiva não atender a demanda, serão necessários novos investimentos. Existem alguns métodos para isso e algumas etapas a serem seguidas.

Ao entender se seu produto tem espaço no mercado e definir qual será a demanda, o passo seguinte é projetar as vendas, lembrando sempre que poderão existir momentos de oscilações na procura pelo seu produto e isso tudo deverá ser previsto (especialmente se seu negócio for sazonal).

Com essas informações será possível calcular a capacidade de produção para, então, fazer o gerenciamento da capacidade produtiva a fim de que ela atenda tanto à demanda quanto às previsões de vendas.

Como calcular a capacidade produtiva?

Para melhor entender, confira nosso passo a passo:

  • Conheça a capacidade instalada: o primeiro passo para entender a capacidade produtiva é calcular a capacidade da máquina por hora. Por exemplo, vamos imaginar a fábrica da indústria de camisetas. Sua planta possui 50 máquinas que são utilizadas por operadores por 16 horas. Nesse contexto, a capacidade diária da planta é de 16 horas multiplicada por 50 máquinas, o que significa que a fábrica tem uma capacidade instalada de 800 horas (de máquina). Isso, claro, considerando-se um cenário sem paradas de máquinas ou quaisquer outros problemas que tenham que interromper a produção. Portanto, trata-se de um cálculo hipotético.
  • Defina capacidade disponível para cada produto: em seguida, deve-se calcular a capacidade de produção para um único produto. Para isso, determine quanto tempo demora a produção de uma unidade de produto, em seguida, divida a capacidade diária da planta em horas pelo tempo necessário para produzir esse produto. Vamos supor que um trabalhador leve meia hora (0,5 horas) em uma máquina para criar uma camiseta e, como vimos, a capacidade instalada é de 800 horas de máquina. A capacidade de produção (800) deve ser dividida por 0,5, o que significa que a fábrica produz 1.600 peças por dia.
  • Defina a capacidade para vários produtos: vamos imaginar agora que além da camiseta que leva meia hora para ser fabricada, a mesma fábrica produza lenços que levam 15 minutos (0,25 horas) na máquina. Nesse cenário, o número de peças multiplicados por 0,5 mais o número de lenços multiplicados por 0,25 é igual à capacidade horária total (800). Assim, pensando em 800 horas de máquina, uma combinação possível poderia ser a produção de 800 camisetas e 1.600 lenços.
  • Conheça a capacidade efetiva: para que os cálculos não fiquem muito longes da realidade, é necessário fazer também um planejamento de perdas baseando-se em fatores mais fáceis de prever, como manutenções preventivas, por exemplo. Vamos supor que a indústria do nosso exemplo perca, diariamente, 3% das peças. Em um cenário de produção de 1.600 peças/dia isso significaria 1552 peças/dia.
  • Defina a capacidade realizada: aqui parte-se da capacidade efetiva, mas considera-se as perdas não planejadas, como um equipamento danificado ou a falta de energia. Recomenda-se analisar o histórico da empresa para obter uma previsão. Voltando ao exemplo da indústria, caso as perdas fiquem em torno de 5% por dia, se levarmos em consideração as 1600 peças/dia, teríamos, então, 1.474 peças/dia.

Lembra que no começo falamos que o gerente de produção informou que a capacidade produtiva disponível da empresa era de 48.000? É justamente pega-se a capacidade diária disponível diária de 1.600 e multiplica-se por 30 dias, resultando 48.000 por mês.

Como saber se a empresa opera com sua capacidade produtiva máxima?

Para saber sobre a taxa de utilização da capacidade produtiva deve-se dividir a capacidade disponível pela saída potencial. Explicando melhor: imagine que a empresa tenha capacidade de fabricar 1.600 camisetas por dia, mas produza apenas 1.400. A taxa de utilização da capacidade é de 1.400 sobre 1.600, ou seja, 87,5%.

Quanto maior for porcentagem, mais próximo da capacidade produtiva o negócio está operando.

Como aumentar a capacidade produtiva?

A resposta para esta pergunta pode ser: aumentando a utilização das máquinas. Isso pode ser feito com a utilização de um turno a mais. É possível, ainda, terceirizar a produção ou realizar investimentos operacionais.

No último caso, o controller precisa analisar a viabilidade dos investimentos a serem realizados. Será necessário analisar quanto de retorno o Investimento trará para a empresa (ROI), em quanto tempo os ganhos compensarão o valor desembolsado (Payback) e também saber se o caixa da empresa está preparado para arcar com a aquisição.

São vários os indicadores financeiros a serem analisados, como Valor Presente Líquido (VPL), Taxa Interna de Retorno (TIR), entre outros. Temos um e-book todinho dedicado aos indicadores mais utilizados pelo mercado para análise de projetos de investimentos. Se interessar a você, clique no banner a seguir:

E-book Indicadores Financeiros para Análise de Investimentos

Como sempre dizemos aqui no blog, não existe receita de bolo para as decisões empresariais, pois cada caso é um caso. O importante é não tirar o olho do gerenciamento da capacidade produtiva, pois se por ventura vier a necessidade de aumentar a capacidade operacional, a empresa deverá estar preparada para as mudanças necessárias.

E como refletir a capacidade de produção no orçamento empresarial?

Bom, nesse ponto já sabemos a capacidade operacional das máquinas e, portanto, a eficiência produtiva da empresa. Agora temos que utilizar essa informação e aplicá-la no Orçamento Empresarial.

Voltando ao exemplo da fábrica de camisetas, o controller, ao analisar qual seria a melhor saída, verificou que aumentar o tempo das máquinas em funcionamento resolveria o problema, passando de 16 horas/dia para 20 horas/dia (aumentando a produção de 48.000 para 60.000). No entanto, terá que ser criado mais um turno para atender a essa demanda.

Conseguiu perceber como a capacidade de produção interfere diretamente no orçamento empresarial? Sendo assim, na hora de planejar o orçamento deve-se considerar demanda, previsão de vendas e a capacidade produtiva para atendê-las.

Para entender melhor, conheça nosso Guia Prático do Orçamento Empresarial, um passo a passo para implantação do planejamento Financeiro e Acompanhamento Orçamentário em sua empresa. Basta clicar no botão abaixo para baixar o material:

Guia Prático do Orçamento Empresarial

Além disso, não podemos esquecer do fluxo de caixa, pois o gerenciamento da capacidade produtiva dependerá da demanda, a qual, por sua vez, refletirá na projeção do fluxo de caixa.

Concluindo

Capacidade instalada

Conhecer a Capacidade Produtiva é essencial, pois ela:

  • Impacta na capacidade de atender às demandas futuras;
  • Afeta os custos operacionais;
  • Afeta a competitividade;
  • Impacta o planejamento de longo prazo;
  • Impacta no orçamento empresarial.

Adicionalmente, ao ter o conhecimento da eficiência produtiva da sua empresa (após saber se ela está operando com a capacidade de produção máxima), fica mais fácil inclusive analisar os investimentos que precisam ser feitos para aumentar a produção. Por exemplo, ao descobrir que a capacidade está abaixo do esperado, pode-se diminuir o tempo de ociosidade de máquinas com um turno adicional, ao invés de realizar investimentos na compra de equipamentos.

Como controller, é também o seu papel avaliar questões como essa, tendo em mente que toda organização deve aumentar a rentabilidade e a produtividade e reduzir despesas.

Esperamos que este artigo tenha sido útil a você. Deixe um comentário contando o que achou e compartilhe conosco qualquer outro conhecimento que possa contribuir com o tema. Fique à vontade também para compartilhar este post com seus colegas.

Toda semana publicamos aqui artigos relacionados a planejamento, orçamento e acompanhamento econômico-financeiro. Também publicamos mensalmente materiais gratuitos para download como modelos de planilhas, white papers e e-books.

Portanto, se você ainda não é assinante de nosso newsletter, cadastre-se para receber este e outros artigos por e-mail, ou nos adicione nas redes sociais para ficar por dentro de tudo que acontece por aqui.


Também publicado em Medium.

Home Fóruns Como planejar e calcular a capacidade produtiva? Aumente a eficiência do seu negócio

Este tópico contém resposta, possui 1 voz e foi atualizado pela última vez por  Renata Freitas de Camargo 1 ano, 8 meses atrás.

Como planejar e calcular a capacidade produtiva? Aumente a eficiência do seu negócio

Você deve fazer login para responder a este tópico.