Plano para sua empresa: a importância do planejamento para o sucesso do orçamento empresarial

Plano para sua empresa“All strategy depends on competition”. Traduzida literalmente, a frase significa “Toda estratégia depende da competição”. O dono da citação é o norte-americano Bruce D. Henderson, criador da matriz BCG, a conhecida forma de representar o posicionamento de produtos, serviços ou unidades de negócio.

A análise de posicionamento impacta diretamente no plano financeiro de uma empresa, ou melhor, em qualquer plano para sua empresa (seja plano de orçamento ou plano estratégico, por exemplo). Ao falar que toda estratégia depende da concorrência, Bruce entende que tomadas de decisão devem ser feitas baseadas em fatores internos e externos (lembra da análise de SWOT?).

No entanto, como tudo que acontece em uma organização está ligado e acaba interferindo no fluxo de caixa, não adianta pensar em concorrência sem primeiro ter um plano de gestão financeira ou de orçamento empresarial. Ou, ainda, um plano estratégico, tático e organizacional.

Por isso, hoje queremos convidá-lo a entender um pouco melhor sobre o mundo dos planos empresariais (e ajudá-lo a acertar o alvo nos objetivos empresariais).  

A importância de plano e planejamento

Planejamento é uma das técnicas mais importantes de gestão (financeira, orçamentária, de tarefas, projetos etc.). Planejar significa elaborar etapas (sequência de ações) para alcançar um objetivo específico. Ao fazer o planejamento você cria um plano para sua empresa.

Plano para sua empresa - Plano financeiroNestas horas a língua portuguesa acaba sendo um pouco ingrata e talvez a língua inglesa possa contribuir para facilitar nosso entendimento de Plano x Planejamento. Em inglês, planejamento é definido por planning, ou seja, o “ing” no final identifica que estamos falando de um verbo no gerúndio. Em outras palavras, ser um verbo significa ação e estar no gerúndio significa continuidade. Ou seja, planejamento é um ato contínuo de planejar. Já plano em inglês é definido por plan, um substantivo, que é o resultado do exercício de planejamento.

Para não estender muito, pense em seu GPS. Você coloca o local aonde quer ir, ele faz o planejamento e te entrega um plano de rota. Todavia, o exercício de planejamento não para (seu GPS continua sempre verificando se aquele plano ainda faz sentido e realizando pequenos ajustes nele quando necessário).

Não vamos discordar de Bruce, mas se toda estratégia depende da concorrência, podemos dizer também que All strategy depends on a plan (depende de um plano). Para citar um exemplo, ter plano para sua empresa e planejamento significa que, como profissional de finanças, você sabe se o planejamento orçamentário está de acordo com o planejamento estratégico e consegue extrair dados que apoiem na tomada de decisão.

Além de simplificar a tomada de decisão, planejar define prioridades e mantém todos alinhados com objetivos e estratégias. Adicionalmente, é a única forma de se medir o progresso e fazer análises para eventuais necessidades de correção de rota a ser tomada.

Profissionais da Área de Controladoria estão sempre pensando em orçamento financeiro empresarial, por isso, ao falar de plano e planejamento a associação mais rápida é: Plano de Orçamento Empresarial e Plano de Gestão Financeira. Veremos cada um deles a seguir.

Plano de Orçamento Empresarial

Elaborar um plano orçamentário nada mais é do que planejar Receitas, Custos, Despesas e Investimos que sua empresa estima para os próximos meses ou anos à frente. Explicando melhor: o Planejamento Orçamentário busca antecipar o futuro para que a organização possa se preparar melhor para o que está por vir.

Em linhas gerais, o orçamento financeiro empresarial é composto por:

(Dica Treasy: clique nos links para saber mais sobre cada item)

Ao fazer um plano de orçamento empresarial, não existe uma regra única, pois cada empresa tem suas particularidades e necessidades na busca pela Excelência na Gestão Empresarial. Isso significa que os itens citados acima podem variar de organização para organização. O importante é ter em mente que sem um plano de orçamento empresarial não tem como pensar em Gestão Orçamentária, disciplina que estuda como planejar e monitorar sistematicamente os resultados financeiros da empresa.

O plano orçamentário é uma das etapas da Gestão Orçamentária (confira os 5 Benefícios da Gestão Orçamentária para sua empresa). Se sua empresa ainda não utiliza o Orçamento Empresarial na sua gestão, ou se você quer algumas dicas sobre o assunto, nossa sugestão é o webinar Orçamento Empresarial na prática. Para acessá-lo, clique na imagem:

Webinar Orçamento Empresarial na Prática

O Planejamento Financeiro é uma das etapas da Gestão Orçamentária e é sobre isso que falaremos a seguir.

Plano para sua empresa: super dicas para Plano Financeiro

O plano de gestão financeira é geralmente elaborado em forma de Orçamento Empresarial. Quando falamos de plano financeiro de uma empresa, é importante lembrar que muito do sucesso da gestão se deve à capacidade da equipe de finanças montar um Planejamento Financeiro realista e eficiente.

Para que isso seja possível, damos cinco dicas de plano para sua empresa que aborde o lado financeiro:

  1. Tudo leva tempo: o lucro expressivo não vem no primeiro mês;
  2. Conheça sua Necessidade de Capital de Giro: o Capital de Giro é o valor mínimo que a empresa precisa ter de dinheiro em caixa para garantir que sua operação (compra, produção e venda de produtos ou serviços) não pare por falta de recursos para pagar fornecedores e funcionários. Neste artigo explicamos direitinho o assunto.
  3. Entenda o Fluxo de Caixa de sua empresa: a Projeção de Fluxo de Caixa mostrará se a empresa terá dinheiro disponível quando tiver necessidade ou se precisará recorrer a fontes externas, como empréstimos e financiamentos para honrar seus compromissos.
  4. Saiba no que precisará investir e calcule o ROI: considere investimentos que devem ser feitos e calcule o lucro ou prejuízo obtido depois de um determinado investimento (ROI).
  5. Mantenha um Orçamento Empresarial atualizado: planeje, mas não esqueça de manter os resultados atualizados.

Para saber mais, recomendamos a leitura das 5 dicas para elaborar um Planejamento Financeiro para sua empresa.

Já que demos a dica do webinar de Orçamento Empresarial na Prática, não podemos deixar de falar do Guia prático do Orçamento Empresarial. Trata-se de um e-book com o passo-a-passo para implantação do Plano Financeiro e Acompanhamento Orçamentário em sua empresa. Clique na imagem e acesse:

Guia Prático do Orçamento Empresarial

E o Plano Estratégico, como fica?

Plano para sua empresa - estrategicoAchou que iríamos esquecer dele? Na verdade, é no Plano Estratégico que tudo começa, pois é onde são definidas estratégias com foco no longo prazo da empresa (o orçamento financeiro empresarial depende dele). Ele é geralmente feito para um período de 5 a 10 anos, por isso para planejá-lo é necessário ter uma boa dose de visão holística.

Elencamos cinco passos para criação do Plano Estratégico:

Para saber mais, leia os 5 passos para criar um Planejamento Estratégico para sua empresa.

Observe que no Plano Estratégico temos que levar em conta todos os fatores internos e externos da organização, tais como o cenário econômico global e a posição da empresa no mercado (“All strategy depends on competition”, lembra?). A Análise de SWOT é uma ferramenta excelente para esse fim.

Ressaltamos que um planejamento estratégico de sucesso deve alinhar metas e objetivos ao plano de orçamento empresarial. E já que Plano Estratégico e Plano Orçamentário têm que andar juntos, deixamos aqui mais uma dica, em um e-book pra lá de especial: Planejamento Estratégico e Orçamentário sem complicações. Para acessá-lo, clique na imagem:

Planejamento Estratégico e Orçamentário sem Complicações

Aproveite e salve também a leitura de mais um artigo: Orçamento Empresarial aliado ao Planejamento Estratégico: duas ferramentas essenciais.

Plano Tático e Plano Operacional

Quando o assunto é plano de empresa, impossível deixar de lado os Planejamentos Tático e Operacional. Juntamente com o Planejamento Estratégico, eles formam um grande bloco na Gestão Empresarial.

Plano de gestãoDiferentemente do Plano Estratégico abordado no tópico anterior, o Plano Tático tem foco no médio prazo (geralmente de 1 a 3 anos) e é orientado às áreas e departamentos da empresa (ao invés da organização como um todo). Para você entender melhor, pense no Planejamento Tático como a decomposição do Plano Estratégico para cada setor.

Já o Plano Operacional foca no curto prazo (períodos de 3 a 6 meses), e define métodos, processos e sistemas que devem ser utilizados para a empresa alcançar os objetivos globais. Outra diferença é que o Planejamento Operacional é bem mais detalhado que os outros dois planos, especificando:

  • Pessoas envolvidas;
  • Responsabilidades;
  • Atividades e funções;
  • Divisão de tarefas; e
  • Equipamentos e recursos financeiros necessários.

Apesar de serem três diferentes planos para sua empresa (Plano Estratégico, Plano Tático e Plano Operacional), todos devem estar alinhados e caminhar para um objetivo em comum. Caso você queira se aprofundar mais sobre o assunto, recomendamos a leitura do artigo: Planejamento Estratégico, Tático e Operacional – O Guia completo para sua empresa garantir os melhores resultados!

Concluindo

Para você entender a importância de um plano para sua empresa, pense no Princípio de Pareto (regra 80/20) e tenha a certeza de que: 20% de esforço de planejamento gerará 80% dos resultados do negócio. Por isso, se Bruce D. Henderson nos permitir, vamos fazer uma pequena alteração em sua frase: “All strategy depends on planning” (Toda estratégia depende de planejamento).

É a etapa de planejamento que definirá a estratégia a ser seguida pela empresa. Mas claro que não basta criar um plano para sua empresa (ou vários planos) e achar que está tudo resolvido. É preciso avaliá-lo constantemente e monitorá-lo a fim de saber se a organização está caminhando no rumo certo. Caso seja preciso, uma nova estratégia deve ser traçada.

All strategy e Plano de orçamentoPor fim, é sempre importante lembrar que a criação de um plano não deve ser restrita à alta administração ou aos profissionais da área de Planejamento e Controladoria. Quanto maior for o engajamento dos colaboradores, maior será o comprometimento com o resultado. Aqui na Treasy, por exemplo, entendemos que “All strategy depends on all of us” (Toda estratégia depende de todos nós, no melhor estilo “um por todos e todos por um”).

Esperamos que esse artigo tenha conseguido mostrar a importância de um plano para sua empresa. Fique à vontade para deixar sua opinião e fazer comentários com relação ao tema. E, claro, compartilhe o post com seus colegas!

Artigos Relacionados


Also published on Medium.

Cadastre-se no Treasy

Deixe seu comentário