O importante papel do CEO, CFO e COO no orçamento empresarial e planejamento estratégico das empresas

Publicado dia 7 de maio de 2017

Você já ouviu falar em C-LevelO papel do CEO, COO e CFO ou C-Suite? As duas nada mais são do que nomenclaturas da estrutura organizacional que iniciam pelo famoso e poderoso “Chief”. São o que chamamos de Executivos Seniores, como o Chief Executive Officer, Chief Financial Officer e Chief Operating Officer.

O número de posições abraçadas pelo C-Level ou C-Suite varia de empresa para empresa. A variação depende principalmente do porte da organização, bem como de sua maturidade e missão. Seja qual for o número de Chiefs que um negócio tem, uma coisa é certa: todos têm o planejamento estratégico como o norteador de suas atividades e direcionam suas ações para ele.

Além disso, não podemos deixar de citar outro fator em comum entre os cargos estratégicos. Trata-se do fato de que todos eles precisam do CFO para que as necessidades de suas áreas sejam atendidas e estejam dentro do orçamento empresarial. Se eles precisam do CFO, o CFO tem no Gerente de Controladoria o profissional que vai atrás dessas informações, avalia indicadores, faz a projeção de fluxo de caixa e análises financeiras. Está vendo como em uma empresa tudo tem ligação?

Para aprender um pouco mais sobre eles, preparamos um artigo sobre CEO, COO e CFO. Vamos conferir?

O que significa CEO?

Importância do CEODe todas as siglas do mundo corporativo, talvez CEO seja a mais conhecida. Isso porque além de toda a importância do cargo, a história se encarrega de deixar nomes notáveis. É o caso de Steve Jobs, fundador e também CEO da Apple, que mesmo após sua morte em 2011 continuou sendo tema de filmes, documentários e discussões.

CEO é o acrônimo para Chief Executive Officer. Como o nome sugere, o CEO é o principal chefe de uma companhia, ou seja, está no topo da estrutura organizacional. Ele é o principal profissional responsável pelas decisões estratégicas, mesmo em situações em que tenha que responder a um Conselho Administrativo ou a um Conselho Consultivo.

Resumindo: o CEO é a autoridade máxima para bater o martelo na hora das tomadas de decisões mais importantes. Outros títulos também podem se referir ao CEO, como presidente e diretor geral, por exemplo. Isso varia de empresa para a empresa.

Responsabilidades de um CEO

O papel de um CEO varia de acordo com o tamanho e momento da organização. Em empresas de pequeno porte ele está envolvido tanto no planejamento estratégico e em objetivos de longo prazo, quanto em operações rotineiras. Muitas vezes, ele coloca a mão na massa e toma decisões de níveis mais baixos da estrutura organizacional, como contratação de colaboradores, por exemplo.

Em empresas maiores sua função tem o caráter mais estratégico, ou seja, o CEO foca em direcionar seus esforços ao crescimento da organização, já que outras tarefas são delegadas a outros gestores.

responsabilidades-ceoDe maneira geral, as tarefas comuns entre CEOs incluem desenvolver a visão da empresa, comunicá-la e implementá-la, tornando-a parte da rotina de seus colaboradores. Podemos dizer que as responsabilidades primárias de um CEO incluem tomada de decisão estratégica, gerenciamento de operações e recursos da empresa e ligação entre o Conselho Administrativo e as operações corporativas.  

Aliás, falando em Conselho de Administração, é comum que o CEO tenha uma cadeira no Board e, em alguns casos, ele próprio é o líder do Conselho.

Por serem líderes, os Chief Executive Officers avaliam o sucesso da empresa de acordo com dados como Lucratividade, Rentabilidade, usando ferramentas como o Demonstrativo de Resultados e a Projeção de Fluxo de Caixa, para citar alguns. Cabe também ao CEO garantir que a empresa seja competitiva em seu mercado de atuação.

Outras funções do CEO incluem:

Como você percebeu, o CEO não trabalha sozinho. Ele precisa estar cercado de pessoas competentes para exercer suas funções (e a controladoria está sempre “saindo na foto”).

O que significa CFO?

As atividades financeiras de uma empresa são controladas pelo CFO, acrônimo de Chief Financial Officer, ou em português Diretor Financeiro. Então, cabe ao CFO, entre outras atribuições, monitorar o fluxo de caixa e o andamento orçamento empresarial e do planejamento financeiro, bem como controlar metas e objetivos.

O que significa CFOCFO é aquele cargo almejado por muitos Controllers (aliás, já viu o artigo De Controller a CFO: o caminho das pedras?). Ele é o profissional que olha muito além do “período de fechamento” e relatórios financeiros, ou seja, entende a história por trás dos números e analisa os riscos financeiros de uma organização. Para isso, em muitas empresas ele conta com o braço direito, o Gerente de Controladoria, ou Controller.

Essa relação entre CFO e Controller é fácil de entender. É o controlador quem realiza o levantamento de toda a projeção de receitas, custos, despesas e investimentos para consolidar e gerar as informações que serão validadas com a diretoria da organização e acompanhadas durante todo o exercício em forma de metas e objetivos.

Responsabilidades de um CFO

Basicamente, o CFO tem a responsabilidade maior de garantir que a empresa mantenha uma estrutura financeira condizente com seu planejamento estratégico. E como tudo na vida corporativa gira em torno de indicadores e números, o Diretor Financeiro deve não apenas reportar as cifras, mas por ter um papel mais estratégico deve ser um profissional apto a analisar criticamente o ambiente em longo prazo.

Por esse motivo, é comum ouvirmos que o Diretor Financeiro é o braço direito do CEO. Dentre suas responsabilidades, podemos citar ainda:

Responsabilidades de um CFO

  • Ser o líder para a avaliação contínua de objetivos orçamentários em curto, médio e longo prazo;
  • Garantir a credibilidade da empresa, sempre fornecendo, de forma precisa e acurada, análises de orçamento, projeção de cenários e previsões financeiras;
  • Dirigir e manter em constante atenção todos os aspectos referentes ao Departamento Financeiro;
  • Garantir conformidade com leis, tributos. impostos, taxas e contribuições;
  • Relacionar-se e comunicar-se com eficiência com colegas, investidores, clientes, fornecedores e demais stakeholders dos ambientes interno e externo;
  • Avaliar e aconselhar sobre a introdução de novas estratégias financeiras e o impacto do planejamento estratégico em longo prazo;
  • Compartilhar responsabilidades de liderança com o CEO e outros diretores, garantindo assim que a empresa esteja atuando em direção aos seus objetivos;
  • Garantir que o planejamento estratégico esteja aliado ao orçamento empresarial;
  • Estabelecer e manter uma forte relação com outros diretores para identificar suas necessidades e procurar por soluções.

Por atuar como o braço direito do CEO, o CFO deve estar preparado a auxiliar o Presidente da empresa a liderar o negócio por meio de suas habilidades financeiras, experiência operacional e expertise estratégica.

CFO x CEO: entendendo a ligação

Enquanto o CEO é responsável pelas operações gerais de uma empresa, os CFOs têm suas atenções voltadas exclusivamente para questões financeiras e orçamentárias. O CFO é o profissional que avalia as forças financeiras de um negócio, faz suas análises e recomenda ao CEO ações de melhoria.

É também de responsabilidade do CFO monitorar o Fluxo de Caixa, o Balanço Patrimonial e o Orçamento Empresarial. Como empresas giram em torno da lucratividade, CEOs contam com as análises dos CFOs para tomadas de decisões.

Então, se formos fazer uma analogia, imagine que o Gerente de Controladoria é quem entrega os instrumentos de navegação ao CFO que, por sua vez, cuida desses instrumentos para o CEO, o capitão do navio. Consegue entender a ligação?

O que significa COO?

O que significa COOCOO é o acrônimo para Chief Operating Officer, ou em português Diretor de Operações. Ele é o profissional que coordena de perto as rotinas operacionais de uma empresa. O COO reporta-se ao CEO e trabalha em conjunto com o CFO.

Cabe ao COO garantir a eficiência e produtividades das operações comerciais, bem como a gestão adequada de recursos. Algumas empresas possuem mais de um COO, sendo que cada um fica designado para supervisionar uma divisão ou linha de negócio.

Por ser aquele que faz acontecer, podemos dizer que o Diretor de Operações é quem lidera e inspira a operação da empresa.

Responsabilidades de um COO

Assim como nos outros cargos, o COO planeja, direciona e constantemente avalia os objetivos e iniciativas da organização com base em suas operações. Dentre suas responsabilidades, estão:

  • Medir a eficácia e a eficiência dos processos operacionais internos e externos, bem como ajudar a melhorar esses processos;
  • Ser a ponte entre a garantia de qualidade dos produtos/serviços da empresa e o cliente;
  • Desenvolver e implementar estratégias de crescimento;
  • Motivar a equipe a atingir metas;
  • Avaliar frequentemente as operações diárias da empresa para fazer os ajustes necessários;
  • Apresentar novas ideias e estratégias ao CFO, CEO e demais diretores;
  • Avaliar planos de vendas.

CFO x COO: entendendo a ligação

Ok, sabemos que quando o assunto é cargos executivos em uma organização eles podem ficar um pouco confusos. Em empresas pequenas, startups ou as que estão em fase de crescimento, a mesma pessoa pode ser o CEO, o CFO e o COO.

CFO e CEONeste artigo estamos tratando de pessoas específicas para cada cargo, então para abordar a relação de um CFO com o COO podemos dizer o seguinte: a principal responsabilidade de um COO é gerenciar as operações diárias da empresa, monitorar suas métricas (como de produção) e definir objetivos.

Seguindo esse raciocínio, ao gerenciar as operações e verificar necessidades de melhorias muitas vezes o COO precisa de capital para conseguir atingir os objetivos de sua área, os quais vão ao encontro do planejamento estratégico. Nessa hora entra o CFO que, após obter as informações e análises do Controller, consegue agir para ajudar o COO, e por consequência a empresa, a ir a um objetivo em comum.

Concluindo

Chief Executive Officer, Chief Financial Officer e Chief Operating Officer são todos cargos importantes na estrutura organizacional. Se o CEO é o líder máximo de uma empresa, o CFO o ajuda na tarefa de manter o Orçamento Empresarial aliado ao Planejamento Estratégico, enquanto que o COO planeja, direciona e constantemente avalia os objetivos e iniciativas da organização com base em suas operações

A relação do CFO, COO e do CEO com o Gerente de Controladoria pode ser vista especialmente porque o Controller é o pilar de apoio às decisões empresariais. É atribuição do Controlador, por exemplo, trazer uma maior contribuição no aumento da rentabilidade e lucratividade da empresa, sempre buscando identificar pontos de melhoria e propondo ações corretivas em todas as áreas.

Sobre CEOs, COOs, e CFOs, importante lembrar ainda que eles também precisam de transparência das informações das demonstrações contábeis. E como você também sabe, essa transparência está totalmente relacionada aos Processos de Gestão Orçamentária. Então, responda a essa pergunta: como estão esses processos e como você classificaria o nível de maturidade da Gestão Orçamentária de sua empresa?

Para dar uma mãozinha, reunimos toda nossa experiência com empresas dos mais variados portes e segmentos e criamos uma base de conhecimento, ferramentas, metodologias e de melhores práticas de Gestão Orçamentária em escala mundial.  

Todo esse conhecimento você encontra em um e-book (gratuito) elaborado especialmente para ajudar sua empresa a traçar um plano e tornar-se best-in-class. Para acessá-lo, só clicar na imagem abaixo  e fazer o download:

Estágios da Maturidade na Gestão Orçamentária

Neste material você encontrará informações de recursos sobre quando ter uma área de Planejamento e Controladoria, Descentralização Orçamentária, KPI’s, Revisões Orçamentárias, dicas para as empresas em cada estágio, entre outras. Então, baixe nosso e-book e avalie em que ponto está e quais os próximos passos para ser best-in-class!

E já que chegamos ao final, esperamos que esse artigo tenha auxiliado a ampliar seu conhecimento sobre o que significa cada sigla: CEO, CFO e COO. Deixe um comentário contando o que achou e, se esse artigo foi útil para você, compartilhe com seus colegas.


Também publicado em Medium.

Home Fóruns O importante papel do CEO, CFO e COO no orçamento empresarial e planejamento estratégico das empresas

Este tópico contém resposta, possui 1 voz e foi atualizado pela última vez por  Renata Freitas de Camargo 2 anos atrás.

O importante papel do CEO, CFO e COO no orçamento empresarial e planejamento estratégico das empresas

Você deve fazer login para responder a este tópico.